Coronavírus: Curitiba registra primeira morte de profissional de saúde

Redação


morte, coronavírus, curitiba, enfermagem
Valdinere faleceu após cuidar de um paciente com coronavírus. (Reprodução/Facebook)

Curitiba registrou a primeira morte, por coronavírus, de um profissional da saúde. A técnica de enfermagem Valdirene Aparecida Ferreira dos Santos tinha 40 anos, ficou internada por quase um mês na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e morreu no último sábado (25).

Segundo a Apenf (Associação Paranaense de Enfermagem), Valdinere trabalhou pela última vez no dia 27 de março, ou seja, há um mês. Ela atendia a UTI do Hospital Marcelino Champagnat e cuidou de um paciente com Covid-19.

Rita Franz, presidente da Apenf, diz que a morte de Valdirene é avassaladora para a categoria. 

“Cada número para nós tem rosto, nome, família. Estamos na linha de frente no combate a um vírus que pouco sabemos a respeito”, relata.

“O impacto do óbito de um profissional de enfermagem é enorme para a categoria. Conhecemos pouco sobre essa doença. É muito perigoso para todos os profissionais da saúde e principalmente para a equipe de enfermagem que é o maior contingente da saúde brasileira”, completou Franz.

De acordo com a prefeitura de Curitiba, a cidade tem 16 mortes e 509 casos confirmados de coronavírus.

HOSPITAL LAMENTA E GRECA REFORÇA ISOLAMENTO

Em nota, o Hospital Marcelino Champagnat lamentou a morte e informou que Valdirene Aparecida Ferreira dos Santos era colaboradora do hospital há três anos.

“Ela lutou bravamente pela vida, da mesma forma que se dedicou para cuidar da saúde de centenas de pessoas junto com a valorosa equipe de Enfermagem. Nossas sinceras condolências”, diz.

Além disso, o hospital disse que está organizando uma missa, que será transmitida virtualmente para que “amigos, colegas e familiares possam prestar homenagens”.

Já o prefeito Rafael Greca (DEM) prestou sua homenagem à Valdirene em um post no Facebook. Ele destacou a gratidão pelo trabalho de todos os profissionais da Saúde e reforçou o isolamento social durante a pandemia do coronavírus.

Por ser a primeira Profissional de Saúde fique registrado tributo de gratidão a todos que atuam à cabeceira dos doentes e nos serviços de Saúde, velando pela vida humana. E nosso veemente apelo à população para que não relaxe no devido isolamento social com responsabilidade”, ressaltou Greca.

A Cidade de Curitiba através de sua Prefeitura presta sentida e solene homenagem à Técnica de Enfermagem Valdirene…

Publicado por Rafael Greca em Domingo, 26 de abril de 2020

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="695659" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]