Curitiba registra mais 348 casos e nove mortes por coronavírus

Redação

live covid boletim curitiba

Curitiba totaliza 1.213 mortes e 41.717 casos de coronavírus, aponta o boletim da SMS (Secretaria Municipal da Saúde). Nove óbitos e 348 infectados foram incluídos no informe desta terça-feira (22).

As novas vítimas eram três homens e seis mulheres, com idades entre 21 e 94 anos. Sete dos nove óbitos aconteceram nas últimas 48 horas e os demais foram nos dias 19 e 20 de setembro.

Segundo a Secretaria, Curitiba tem hoje 4.207 casos ativos na cidade. Ou seja, são mais de 4 mil pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Por fim, a taxa de ocupação dos 334 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) SUS para covid-19 é de 79%. Ou seja, 70 leitos estão livres. A pasta sempre ressalta que todos os pacientes que são internados com quadro de síndrome respiratória aguda grave vão para os leitos exclusivos covid-19 e não apenas os casos confirmados da doença.

Curitiba segue com o decreto da bandeira laranja (veja aqui o que vale), mas a SMS espera que haja a retomada da bandeira amarela na próxima semana.

CURITIBA FEZ O DEVER DE CASA, DIZ MÁRCIA HUÇULAK

A secretária de Saúde, Márcia Huçulak, disse que foi feita uma apresentação ao Comitê Municipal de Resposta às Emergências em Saúde Pública. Esse comitê é estruturado com diversas autoridades sanitárias e entidades populares.

“Apresentamos todo o nosso trabalho, tudo que a gente tem feito no enfrentamento da pandemia em Curitiba. Dentro do contexto que a gente esperava, a gente teve uma situação controlada, digamos assim, sem nenhuma desassistência. Nossos protocolos e nosso planejamento funcionaram”, avaliou Huçulak.

Ela ainda afirmou que o retorno dos membros do comitê também “entenderam que Curitiba conseguiu fazer seu dever de casa na proteção de cidadão”.

Segundo ela, a live feita pela Secretaria é uma prestação de contas ao curitibano. Para ver a apresentação do boletim da covid em Curitiba, clique aqui.

COVID EM CURITIBA

  • 41.717 casos confirmados;
  • 1.213 mortes;
  • 36.297 pessoas consideradas recuperadas;
  • 670 casos em investigação.

Previous ArticleNext Article