Curitiba segue Governo do Paraná e mantém comércios fechados aos fins de semana

Jorge de Sousa

Curitiba segue Governo do Paraná e mantém comércios fechados aos fins de semana

A Secretaria Municipal da Saúde emitiu nesta terça-feira (9), novo decreto de medidas restritivas contra a Covid-19 em Curitiba e seguiu quase integralmente as regras estabelecidas pelo Governo do Paraná.

A principal diferença é que de segunda à sexta-feira, serviços não essenciais terão funcionamento até às 19h, enquanto no decreto estadual estão liberados para funcionarem até às 20h.

Curitiba segue assim em bandeira laranja, que apresentou indicador com índice de 2,45, maior índice desde o início da pandemia da Covid-19.

“Nesse novo momento, vem aumentando exponencialmente os casos na faixa de adultos de 30 a 40 anos de idade. Esse grupo anteriormente apresentava a forma leve da doença, mas agora está adoecendo frequentemente, porém com uma forma de transmissão mais rápida e internando”, explicou o diretor Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde, Alcides Augusto Souto de Oliveira.

Ao todo são avaliados nove indicadores, divididos em dois grupos: nível de propagação da doença e capacidade de atendimento da rede.

Desde o dia 25 de fevereiro, Curitiba retornou ao regime da bandeira laranja, sendo que o novo decreto prevê que as medidas de restrição sigam ao menos até 16 de março.

“Registramos esse crescimento a partir do dia 15 de fevereiro e o primeiro sinal de alerta é o aumento na positividade. Anteriormente, apenas 1% da faixa de 30 a 40 anos internava e agora vemos pacientes que agravam muito rapidamente para uma condição de suporte respiratório. Estamos no alerta máximo”, pontuou a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Dessa forma, atividades não essenciais como comércios de rua, shoppings centers, academias de ginástica, salões de beleza e barbearias não poderão funcionar aos finais de semana.

Restaurantes e lanchonetes só poderão funcionarem no modelo delivery e drive-thru aos fins de semana.

Já os supermercados, açougues, mercearias, lojas de material de construção, feiras livres e atividades correlatas terão funcionamento apenas via delivery aos domingos.

“Não nos cabe aqui mudar o caráter das pessoas. Eu preciso de ajuda para atender tamanha negação das pessoas do problema, porque estamos no limite das nossas forças”, finalizou Huçulak.

Confira os serviços e atividades suspensos em Curitiba pela bandeira laranja:

  • estabelecimentos de entretenimento ou eventos culturais como circos, teatros, cinemas e museus;
  • estabelecimentos destinados a eventos sociais como casas de festas, parques infantis e temáticos;
  • bares, casas noturnas e atividades correlatas;
  • espaços para mostras comerciais, feiras de varejo, congressos, convenções e afins;
  • prática esportiva coletiva em espaços públicos e privados;
  • circulação de pessoas entre às 20h e 5h, com exceção de casos de emergência ou profissionais de serviços essenciais;
  • comercialização e consumo de bebidas alcoólicas das 20h às 5h em espaços públicos ou de uso coletivo;
  • concessões de licenças ou alvarás para a realização de eventos de massa.

Confira os serviços e atividades que funcionam com restrições em Curitiba pela bandeira laranja:

  • comércios de rua, galerias e centros comerciais das 9h às 19h, de segunda à sexta. Aos sábados e domingos autorizado o funcionamento via delivery, até às 19h;
  • salões de beleza, centros de estética, barbearias, academias, banho e tosa para animais das 9h às 19h, de segunda à sexta;
  • academias de ginásticas das 6h às 22h, de segunda à sexta;
  • shoppings centers das 10h às 19h, de segunda à sexta. Aos sábados e domingos autorizado o funcionamento via delivery, até às 19h;
  • padarias e confeitarias das 6h às 23h, de segunda à sábado, e das 7h às 18h aos domingos, sem consumo no local;
  • restaurantes e lanchonetes das 10h às 23h, de segunda à sexta. Aos sábados e domingos autorizado o funcionamento via delivery ou drive-thru, até às 23h;
  • mercearias, distribuidoras de bebidas, açougues, peixarias, supermercados, pet shops, feiras livres, concessionárias de veículos e lojas de material de construção, das 6h às 23h, de segunda à sábado. Aos domingos autorizado o funcionamento via delivery, até às 23h;

Hotéis, resorts, pousada e hostels seguem em funcionamento com 50% da capacidade, enquanto os serviços de call center e telemarketing com 50% do efetivo e a partir das 9h.

LEIA MAIS: Curitiba transforma seis UPAs em centros de internamento para Covid-19

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="750282" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]