Curitiba envia 15 mil peças de roupas para a população do Haiti

Redação


A Prefeitura de Curitiba destinou 15 mil peças de roupas para o Haiti, país caribenho atingido por um forte terremoto no dia 14 de agosto. A ajuda humanitária deve chegar nesta segunda-feira (6).

A ação foi possível graças ao sucesso da arrecadação de agasalhos realizada pela Fundação de Ação Social (FAS), em parceria com o Instituto Zonta, e que permitiu a doação do excedente de peças.

Segundo a prefeitura, as roupas foram transportadas de caminhão até o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, de onde partiu o voo com as doações. A ajuda humanitária atende a um pedido feito pela Associação para a Solidariedade dos Haitianos no Brasil (ASHBRA), que é presidida por Laurette Bernardin e tem sede em Curitiba.

A instituição busca contribuições para amenizar o sofrimento da população no Haiti, desde o registro do terremoto de magnitude 7,2 na escala Richter que deixou pelo menos 2.207 mortos, cerca de 12,3 mil feridos e mais de 300 desaparecidos.

O presidente da FAS, Fabiano Vilaruel, explica que a doação ao Haiti não comprometerá o atendimento à população em situação de vulnerabilidade social de Curitiba. “Temos um estoque suficiente de roupas no Disque Solidariedade capaz de acolher as demandas das famílias atendidas nos 39 Cras da cidade e ainda teremos novas edições de drive-thru da campanha Doe Solidariedade, o que aumentará as arrecadações.”

As 20 lojas da rede de supermercados Condor são pontos fixos de coleta de roupas e alimentos para a campanha Doe Solidariedade, desenvolvida pela prefeitura, desde abril deste ano.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="788195" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]