Setor pede 50% da capacidade nos eventos em Curitiba

Redação

Curitiba segue Sesa e libera eventos com 50% de capacidade de público

Empresários e trabalhadores do setor de eventos participaram nesta quarta-feira (14) de uma audiência pública na CMC (Câmara Municipal de Curitiba) e pediram mudanças nas regras para a realização de festividades na cidade.

Atualmente os eventos em Curitiba estão sendo realizados com limite máximo de 50 pessoas, mas o setor de eventos quer aumentar a quantidade de participantes para 50% da capacidade do local em que é realizada a celebração.

“Não é justo só o nosso setor estar parado, quando os bares estão abertos. Não compensa. Quem vai pagar caro, para ter 50 convidados só até as 23 horas?”, explicou a representante do Movimento SOS Eventos, Gislaine Rocha.

A audiência feita de forma virtual foi proposta pelo vereador Ezequias Barros (MDB), que defendeu as reivindicações do setor de eventos, apontando que a autorização de até 50 pessoas nessas celebrações foi uma “alteração tímida” da Prefeitura de Curitiba.

“Eventos abertos apresentam menos risco que lugares fechados, os instrumentos de sopro precisam de um tipo de higiene (para evitar o contágio) que o violão. Tudo isso tem sido um aprendizado para nós também”, analisou o representante da Ordem dos Músicos do Brasil, Manoel de Souza Neto.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, Curitiba registra desde março 47.934 casos e 1.391 mortes em decorrência da Covid-19. A capital paranaense se encontra no regime da bandeira amarela no momento, após redução nos casos ativos e ocupação nos leitos de UTI.

LEIA MAIS: Cemitérios reabrem em Curitiba após quase sete meses

Previous ArticleNext Article