Explosão em lanchonete da Praça Osório não teve vítimas e não foi causada por gás

Vinicius Cordeiro

explosão curitiba osório

A explosão em uma lanchonete próxima à Praça Osório, no Centro de Curitiba, não teve vítimas e nem feridos. A informação foi dada pelo Tenente Hanauer, do Corpo de Bombeiros, na tarde desta segunda-feira (28), na Travessa Jesuíno Marcondes, onde o acidente aconteceu.

“No momento da explosão, haviam três pessoas trabalhando no local. Duas estavam atrás do balcão, próximas. Mas, por sorte, esse material que explodiu foi em direção ao teto e não atingiu nenhuma das pessoas. Só o susto do deslocamento de ar que causou a quebra dos vidros e alguns outros danos materiais envolvendo essa pequena lanchonete”, contou em entrevista à Band TV.

Diversas pessoas na região ouviram a explosão, mas não souberam informar se havia algum ferido no estabelecimento.

A Setran (Superintendência de Trânsito) bloqueou a via, mas a rua já está liberada para o tráfego de carros.

A CAUSA DA EXPLOSÃO NA PRAÇA OSÓRIO

Além disso, o tenente Hanauer afirmou que a explosão não foi gerada por gás de cozinha – assim como foi informado anteriormente. Segundo ele, a lanchonete não trabalha com tubulação de gás e por isso, não havia risco de chamas.

O que motivou a explosão foi uma caldeira elétrica, equipamento utilizado para esquentar alimentos.

“Ela é de pequeno porte e aumenta a pressão da água. Esse vapor canalizado era usado para outras máquinas para fazer o aquecimento dos alimentos. Por alguma falha deste equipamento, ele sobrecarregou e o excesso de pressão veio a romper a estrutura dessa caldeira”, finalizou.

Previous ArticleNext Article