FAB confirma veracidade de áudios que atacam ex-presidente Lula

Mariana Ohde e BandNews FM Curitiba

Áudios gravados na frequência das aeronaves que transportavam o ex-presidente circularam na internet.

A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que os áudios com referências ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na frequência das aeronaves que transportavam o ex-presidente de São Paulo a Curitiba no último sábado (7) não foram emitidos por controladores de vôos.

Os áudios foram gravados nas frequências da Torre Congonhas, em São Paulo, e na da Torre Bacacheri, em Curitiba, e passaram a circular na internet. É possível ouvir a voz de um homem que entra na transmissão dos controladores e diz “manda esse lixo janela abaixo aí”. Na sequência, ele é advertido por outra controladora do Aeropoto do Bacacheri, em Curitiba, sobre as gravações.

No final do áudio, mais uma menção ao ex-presidente. De forma quase inaudível, uma outra voz diz “leva e não traz nunca mais”.

A FAB explicou que as frequências utilizadas para essas comunicações aeronáuticas são abertas. O objetivo é que todos na sua escuta tenham conhecimento do que está ocorrendo no tráfego aéreo. Apesar de condenar a atitude, a FAB ainda não confirmou se vai abrir uma investigação para apontar a autoria das frases.

O ex-presidente Lula foi preso no sábado, ao se entregar à Polícia Federal (PF) em São Bernardo do Campo, e foi transportado para Curitiba, onde chegou por volta de 22h. Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão no caso do triplex do Guarujá (SP), no âmbito da Operação Lava Jato, por corrupção e lavagem de dinheiro.

Ao decretar a prisão, na quinta-feira (5), o juiz federal Sérgio Moro determinou que Lula começasse a cumprir a pena na Superintendência da Polícia Federal, na capital paranaense.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="516234" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]