Abandono de animais cresce mais de 50% durante o mês de dezembro

Jordana Martinez


William Bittar/ CBNCuritiba

Com a chegada das festas de final de ano, o número de abandono de animais aumenta em mais de 50% na comparação com os outros meses do ano, segundo a Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba.

Na última terça-feira (19), três cães vítimas de maus tratos que estavam em uma residência em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, foram recolhidos pela Sociedade.

Segundo a voluntária e presidente da Sociedade Protetora dos Animais (SPAC), Soraya Simon, nesta época do ano, infelizmente, é comum o abandono dos animais. Ela fala que antes de viajar é importante se preparar, ou para levar o animal ou para deixá-lo em segurança em algum lugar e com o tratamento adequado.

“As pessoas querem viajar, querem se divertir, mas se elas tiverem um animal de estimação, não tiverem quem possa ficar com eles na casa, nem levar o animal, não viajem. Se não tiver como levar ou deixar em segurança, alguém para ir cuidar, alimentar todo dia e saber que o animal vai estar bem”, disse.

Soraya fala que as pessoas podem denunciar o abandono dos animais e os casos de maus tratos, mas ressalta que as pessoas que não querem os bichos não os levem à Sociedade Protetora dos Animais.

 “A gente faz o que a gente pode, a gente cuida da melhor forma possível, mas não é um lar, é uma casa de passagem. A gente não vai receber, a gente não recebe”, disse.

Quem abandona um animal ou é acusado de maus tratos responde por crime ambiental e pode pegar até um ano de prisão. As denúncias de abandono e maus tratos podem ser feitas pelo 156 da Prefeitura de Curitiba.

 

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.