Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Ajuste fiscal deve ser apresentado em duas semanas na Câmara de Curitiba

Com CBN CuritibaO prefeito Rafael Greca (PMN) anunciou no início do ano que deve enviar à Câmara Municipal de Cur..

Mariana Ohde - 27 de março de 2017, 11:03

Com CBN Curitiba

ANÚNCIO

O prefeito Rafael Greca (PMN) anunciou no início do ano que deve enviar à Câmara Municipal de Curitiba um pacote de ajuste fiscal para reequilibrar as finanças do município. Segundo a prefeitura, a dívida herdada da gestão anterior passa de R$ 1 bilhão.

O pacote pode chegar à Câmara em até duas semanas, ainda em abril. Entre as medidas que devem ser propostas pelo Executivo, está a suspensão de dez planos de carreira dos servidores municipais.

A prefeitura alega falta de recursos para a implantação dos planos de carreira. Segundo o vereador Pier Petruziello, líder do governo na Câmara, é possível aprovar o projeto, apesar da promessa de protestos por parte dos servidores. A ideia, segundo ele, é evitar que a prefeitura fique sem dinheiro para honrar a folha salarial do funcionalismo público. "Nós não vamos, em nenhum momento, prejudicar o servidor público. Esses projetos, quando vierem para a Casa, vai ficar claro para os servidores que isso é bom para eles. O que não podemos é ser irresponsáveis e deixar que a cidade caminhe para um futuro como o do Rio de Janeiro", disse.

ANÚNCIO

O pacote de ajuste fiscal vai tramitar sem regime de urgência, a pedido do próprio prefeito. As medidas devem ser discutidas em comissões específicas antes de ir ao plenário. A expectativa do líder do governo é de votar o pacote ainda no primeiro semestre.

A prefeitura também deve propor no pacote de ajuste fiscal a mudança na data-base dos servidores, que passaria de março para o segundo semestre, além de alterações na licença-prêmio e no pagamento do 13º salário.

CURITIBA 324 ANOS – Teste seu conhecimento

Confira o jogo de palavras cruzadas exclusivo do Paraná Portal. São 60 questões sobre a cidade, sua história, lugares e pessoas.