Alunos começam a desocupar prédios da UFPR

Jordana Martinez


O prédio dos cursos de Enfermagem e Terapia Ocupacional, no campus Jardim Botânico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), foi desocupado no início da tarde desta quarta-feira (23).

Os estudantes saíram do local antes de receber a notificação de reintegração de posse, de acordo com a assessoria da UFPR. A reintegração de todos os nove campi da universidade está autorizada pela Justiça desde terça-feira (22).

A PF informou na manhã desta terça-feira (22) que negocia com os estudantes e entidades envolvidas nas ocupações da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e Universidade Federal do Paraná (UFPR) em Curitiba. De acordo com a PF, a negociação busca “a melhor maneira possível para a resolução do impasse”.

A ocupação de nove prédios da UFPR – oito deles em Curitiba – fez a reitoria antecipar o segundo dia da 2ª fase do vestibular da próxima segunda-feira (28) para este sábado (26).

A mudança atinge 9,3 mil candidatos com provas específicas e de habilidades específicas, com exceção do curso de Música. Eles estão sendo informados da alteração por e-mail e SMS. O edital com as mudanças está no site do Núcleo de Concursos (www.nc.ufpr.br). “Levamos as provas para fora da UFPR nos locais onde percebemos que os riscos seriam elevados”, disse o coordenador no Núcleo, Mauro Belli.

A data da prova de Compreensão e Produção de Textos – no domingo 27 – foi mantida para todos os 14.542 candidatos. A prova alterada será realizada nas sedes da PUCPR e dos Colégios Paranaense e Opet. Segundo o núcleo, o custo da locação dos espaços é de R$ 30 mil (absorvido com as inscrições do vestibular). O ensalamento também foi antecipado e será divulgado hoje.

UTFPR

O campus Centro da UTFPR, também tomado por estudantes contra a PEC 55 (teto dos gastos públicos) e da MP 746 (reforma do Ensino Médio), seguiu ocupado mesmo com nova ordem de reintegração de posse da Justiça Federal e teve as atividades acadêmicas e administrativas suspensas ontem e hoje.

No sábado (19), a Justiça determinou reintegração de posse, a pedido da reitoria da UTFPR, diante da ameaça de confrontos entre estudantes contrários e favoráveis ao protesto. Porém os estudantes não deixaram o local. Houve uma negociação com a universidade sem acordo e os estudantes decidiram manter a ocupação até que a reintegração seja efetivada.

Foto: CBN Curitiba
Foto: CBN Curitiba

Nessa segunda, cerca de dez estudantes contrários à ocupação, em número menor do que no sábado, se reuniram em frente à instituição. Duas viaturas da Polícia Militar (PM) estão presentes para evitar confrontos.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.