Após quatro anos, relógio da Praça Osório vai voltar a funcionar

Mariana Ohde


Equipes da prefeitura de Curitiba trabalham para restabelecer o funcionamento do relógio da Praça Osório, parado há mais de quatro anos. O equipamento passa por trabalhos de limpeza, manutenção e vai voltar a funcionar com a substituição da máquina e troca da fiação.

Os serviços começaram nesta segunda-feira (13) e seguem durante a semana. “Ainda vamos revisar os equipamentos e repor a fiação arrancada por vândalos”, conta o diretor do Departamento de Parques e Praças da Secretaria do Meio Ambiente da Prefeitura de Curitiba, Jean Brasil. A nova caixa com a máquina do relógio será reforçada para garantir a segurança e evitar novas ações de vandalismo ou furtos.

História

O primeiro relógio da Praça Osório foi instalado em dezembro de 1914, quando foram feitas obras de remodelação e embelezamento pelo prefeito Cândido de Abreu. No início, não funcionava a contento, já que alguns mecanismos, incluindo os ponteiros, precisavam ser trazidos em navios a vapor e não chegaram em tempo por conta da Primeira Guerra Mundial.

Depois de outras mudanças, foi substituído por um novo modelo na década de 1950, na gestão de Iberê de Mattos. E, novamente, em 1993, na primeira gestão do prefeito Rafael Greca, foi providenciado um novo relógio, construído pela Gunter & Muller, com as características visuais do modelo de 1914. A troca marcou as comemorações dos 300 anos da capital.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="414600" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]