Experimento chama atenção para o assédio sexual contra mulheres

Redação


Com informações de Francine Lopes

Com mais de 18 mil visualizações, um vídeo de youtubers de Curitiba ganhou repercussão por fazer crítica ao assédio sexual contra mulheres. No experimento eles inverteram os papéis e dão cantadas em outros homens. Alguns ficam sem reação e um chegou a sacar um canivete após ser assediado.

> 86% das brasileiras já sofreram assédio em público

O vídeo foi publicado no canal Let’s Go TV, produzido por Elton Mantanarin e Gilberto Berttinelli e as gravações foram feitas no calçadão da Rua XV de Novembro, no centro da capital.

De acordo com o publicitário Elton, entre os motivos para produção do vídeo estão os casos de estupro, entre eles o da adolescente violentada por 30 homens no Rio de Janeiro, e o caso envolvendo uma jornalista e o cantor Mc Biel. “A gente já começa o vídeo dançando uma música que é do Mc Biel, para fazer uma analogia a este fato”, diz.

> Ex-BBB Laércio se torna réu em processo por estupro de vulnerável
> Paraná registra mais de 10 mil casos de estupro por ano

As reações dos assediados foram diversas. Alguns deram risada, outros ameaçaram, um deles inclusive ameaçou os meninos com um canivete, mas a maioria dos homens ficou sem reação.

Durante o vídeo, os youtubers citam dados da ONG Énois Inteligência que apontam que 94% das mulheres já foram assediadas moralmente e que 77% já sofreram qualquer tipo de abuso. Diante disso, os meninos abordaram mulheres nas ruas, e se desculparam por qualquer assedio que elas tenham sofrido. Segundo Elton, a reação delas foi de surpresa.

Apesar do tom bem humorado, o vídeo termina ressaltando que a mensagem a ser passada não é nada engraçada. Confira:

 

Previous ArticleNext Article