Calor provoca infestação de escorpiões em Curitiba

Andreza Rossini


Da BandNews Curitiba

O aumento da temperatura em Curitiba tem provocado o crescimento das ocorrências envolvendo escorpiões. Nos últimos dias, moradores do bairro Butiatuvinha, por exemplo, têm relatado o aparecimento de até cinco escorpiões no mesmo dia. Este relato foi postado na internet por uma moradora e, minutos depois, outras pessoas confirmaram que também sofrem com isso.

Os escorpiões costumam ser encontrados em entulhos, como tijolos, telhas e restos de construção. No entanto, podem surgir quando um terreno passa por uma limpeza, por exemplo. É o que explica a chefe da Fauna Sinantrópica da Unidade de Vigilância e Zoonoses, Claudia Staudacher.

“Eles vivem em baixo da terra, literalmente enterrados e, nessa época mais de calor e que as pessoas carpinam mais, eles acabam saindo. Quem encontrar o animal deve entrar em contato com a prefeitura que nós vamos recolher. O ideal é isolar ele em um vidro, não tentar pegar para evitar acidentes. Se matou, guarda e aciona a prefeitura porque precisamos identificar a espécie”, explicou.

A prefeitura de Curitiba alega que, em 2017, nenhuma picada foi registrada. Caso aconteça, a pessoa deve buscar atendimento médico imediatamente. A picada do escorpião amarelo pode até matar.

“Existem casos em que uma determinada espécie de que haja picada sem tratamento, pode matar. São situações particulares, em que a pessoa tenta tratar em casa e não procura auxílio”, disse.

Para os casos de infestação, a orientação é entrar em contato com o Centro de Zoonoses da Prefeitura, que atende nos dias úteis pelo telefone: 3314-5210 ou pelo 156.

Previous ArticleNext Article