Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Car-sharing pode virar realidade no ano que vem

(Metro Jornal Curitiba) O projeto de uma frota com carros elétricos compartilhados em Curitiba está mais próximo de se t..

Narley Resende - 02 de setembro de 2016, 08:09

(Metro Jornal Curitiba)

O projeto de uma frota com carros elétricos compartilhados em Curitiba está mais próximo de se tornar real. Ontem a prefeitura aprovou parcialmente os dois estudos apresentados ao PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse).

ANÚNCIO

O projeto do engenheiro Sérgio Bastos obteve aproveitamento de 45% e o da empresa Serttel 30%. Segundo a coordenadora do projeto e vice-prefeita Mirian Gonçalves (PT), o resultado do PMI foi satisfatório.

“Já sabíamos que não teríamos um estudo completo, nossa experiência com carsharing não é grande. Temos em Recife e Fortaleza ainda de forma muito experimental. Aqui o sistema será diferente, como um modal de transporte integrado a outros na cidade, semelhante ao edital do Rio de Janeiro, que ajudamos a reformular e que agora está em consulta pública”, explicou.

Mirian disse que a ideia é lançar o edital de concorrência pública internacional em dezembro, para não deixar a ‘bomba’ para a próxima gestão. “Queremos deixar um projeto de política pública. Não me importa qual será o futuro prefeito, mas espero que dê prosseguimento”.

Segundo ela, a escolha da operadora poderia acontecer no próximo mês de abril e entrar em funcionamento já no 2º semestre do ano que vem. O sistema de transporte público individual em Curitiba terá que, obrigatoriamente, ter veículos elétricos – pelo menos 50 deles – e 30 estações para recarga, onde o usuário pega e devolve para o próximo motorista.

Os valores ainda serão definidos no edital de licitação, mas vão priorizar a menor tarifa ao usuário. Nos dois estudos apresentados, a tarifa variou entre R$ 0,40 e R$ 0,80 por minuto, dependendo do período de uso ou plano mensal/anual.