Chegada do Uber força mudanças em táxis da capital

Fernando Garcel


Com informações de Thiago Machado, do Metro Jornal Curitiba

Oferecendo preços mais acessíveis, o Uber chegou em Curitiba e já está forçando que os taxistas também ofereçam descontos aos passageiros. A prática sempre foi possível, mas não era comum na cidade até a chegada da concorrência. “Sempre teve o desconto. O taxista só não pode rodar com o taxímetro desligado e nem cobrar a mais, mas se quiser pode levar o passageiro até de graça”, explica o presidente do Sinditáxi, Abimael Mardegan.

Nas negociações com os passageiros os descontos podem chegar a até 30%. Semana passada, um aplicativo também lançou uma promoção na cidade.

O Uber foi lançado em Curitiba em março e a empresa não informa a quantidade de carros nas ruas. Baseados em grupos de whatsapp, os motoristas do app estimam o número em até 1.000. Como há 1000 táxis licenciados, a oferta pelo serviço subiu até 33% nos últimos meses. Os taxistas, no entanto, reclamam da concorrência desleal, já que manter um carro custa em média R$ 2 mil reais por ano, somente em taxas pagas para a Urbs. “O Uber é um serviço pirata e sem garantia nenhuma para quem usa”, alerta Mardegan.

> Taxistas pedem apoio a Moro e entregam dossiê contra Uber
> Fruet defende serviço de táxi e critica imposição do Uber

Desconto chega a 30% em aplicativo
Após uma pesquisa com os motoristas parceiros, a Easy Taxi descobriu que grande parte deles estava disposto a diminuir o valor de suas viagens, para competir no mercado.

A partir deste mês a empresa lançou em Curitiba a campanha “Desconto Motorista 30%”. Ao solicitar o carro o cliente já deve escolher a Campanha “Desconto Motorista 30%”. Ao final da corrida o motorista colocará o valor da corrida no aplicativo, e automaticamente serão descontados 30%.

O desconto, no entanto, só é válido para corridas com o cartão que o usuário tem cadastrado dentro do aplicativo. Também devido à concorrência a “99 táxis” mudou de nome na semana passada, e passou a se chamar apenas ’99’. A empresa estuda lançar uma ferramenta que permita o compartilhamento de corridas, a exemplo do Uber. No momento, no entanto, o objetivo é a expansão para mais cidades e aumentar serviço 99Top, de alto padrão que já funciona em São Paulo e deve chegar em mais cidades.

Previous ArticleNext Article