Cratera em Curitiba só deve ser reparada após as chuvas

Mariana Ohde


A Prefeitura de Curitiba informou que é preciso esperar o tempo melhorar na capital para avaliar os danos e reparar a cratera que se abriu na Praça Carlos Gomes, no Centro de Curitiba, nesta quarta-feira (22). A abertura na calçada tem cerca de três metros de diâmetro.

Segundo a prefeitura, o solo molhado impossibilita o trabalho da Secretaria Municipal de Obras Públicas. O local da erosão foi isolado para evitar acidentes. Um coqueiro de 10 metros também precisou ser derrubado por risco de queda. Uma segunda árvore também pode ser cortada para liberar espaço de trabalho para as máquinas. Por enquanto, uma retroescavadeira foi usada para colocar troncos e escorar a margem da erosão e cinco estacas foram fixadas, para evitar que o problema se agrave.

A prefeitura informou que o volume de chuvas nos últimos dias em Curitiba causou o rompimento de um trecho da canalização antiga do Rio Ivo, que corta a região central da cidade. Com isso, parte do piso da Praça Carlos Gomes cedeu, abrindo o buraco. Um banco da praça chegou a ser engolido.

Segundo a prefeitura, equipes da Defesa Civil e da Regional Matriz estão alertas para situação na praça. Várias faixas de isolamento, galhos, e tocos de árvore cercam a área. Apesar disso, a curiosidade dos cidadãos que passam pelo local preocupa as equipes, uma vez que a proximidade com a cratera pode causar acidentes.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal