Crianças do MST fazem atos políticos em Curitiba

Narley Resende


As 700 crianças que estão em Curitiba (PR), participando do 12º Encontro estadual dos Sem Terrinha, que tem como lema “Educação, Terra e Dignidade: Pelo direito de viver e estudar no campo”, realizam nessa quarta-feira (9), dois atos políticos, um no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e o outro na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz.

O primeiro começou às 9h15, no Incra, na Rua Dr. Faivre, 1220, com o objetivo de estudar o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e cobrar a construção e reforma das escolas, a garantia das condições de circulação do transporte escolar, e acesso à escola, mediante a manutenção permanente das estradas rurais, e a desapropriação de terras para o assentamento das 10 mil famílias acampadas.

A “Celebração da Terra e da Vida com os Sem Terrinha”, com a presença do arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo, será o segundo ato do dia que acontecerá a partir das 13h30, na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz, na Praça Tiradentes.

O encontro que faz parte da Jornada Nacional do Sem Terrinha e iniciou ontem (8), reúne crianças de 06 a 12 anos, e pretende dar visibilidade à realidade vivenciada pelas crianças acampadas e assentadas, pautando temas que as afetam diretamente, como o direito de ter fácil acesso à educação de qualidade independentemente do local em que vivem como prevê o ECA.

Na programação ainda estão previstos passeios públicos e apresentações culturais.

Realizado anualmente no mês de outubro e novembro desde 1994, o Encontro é realizado em 24 estados em que o MST está organizado.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="396257" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]