Greca anuncia que vacinação contra a covid-19 começa em Curitiba no dia 20 de janeiro

Vinicius Cordeiro

greca vacinação covid-19 curitiba

Curitiba vai iniciar a vacinação contra a covid-19 na quarta-feira (20), às 10h. Os prefeitos Rafael Greca (DEM), de Curitiba, e Hissam Hussein Dehain, de Araucária, confirmaram que a data informada pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello em reunião por videoconferência na manhã desta quinta-feira (14).

Em entrevista à RPC, Greca afirmou que os primeiros vacinados serão os 70 mil profissionais de saúde e todos os idosos de Curitiba, que são perto de 300 mil pessoas. Segundo o prefeito de Curitiba, as doses das vacinas de covid-19 serão aplicadas em um único lugar, um pavilhão que está sendo montado no Parque Barigui, um dos principais pontos turísticos da cidade.

“Será em 20 de janeiro. Com imensa alegria anuncio o início da vacinação no Pavilhão da Cura, no Parque Barigui. Não precisa fazer cadastro, ligar para o 156 [Central da Prefeitura]. Vamos controlar pelo chamamento. Serão chamados os profissionais de Saúde e, na sequência, idosos entre 105 e 60 anos, em ordem decrescente”, anunciou Greca.

De acordo com o prefeito, toda a vacinação será concentrada no pavilhão para se ter toda a atenção sobre quem será imunizado. As pessoas serão contatadas por uma equipe de imunização da prefeitura. “Precisa controlar que a vacina dessa ampola foi dada para você, com seu nome e RG, para se houver alguma reação, ter possibilidade de controle. Vamos agendar para que não se desperdice o que falta para a maioria da população”, completou.

VACINAS CONTRA A COVID-19 PRECISAM SER APROVADAS NA ANVISA

A reunião da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), prevista para o próximo domingo (17), é o  que vai decidir a aprovação de duas vacinas: a CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, e a da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), criada e estudada com a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca.

A partir da autorização para uso emergencial, o governo federal vai distribuir as vacinas contra a covid-19 já na segunda-feira (18). Contando com isso é que Curitiba planeja iniciar a vacinação na quarta.

CURITIBA E GOVERNO DO PARANÁ TÊM FUNDOS PARA A COMPRA DE IMUNIZANTES

O prefeito Rafael Greca ainda destacou que Curitiba tem um fundo reservado para a compra das vacinas, mas ainda não sabe se o Ministério da Saúde permitirá esse tipo de ação.

“Se me deixarem comprar, tenho R$ 100 milhões para vacinas. Eu quero vacinar 35 mil funcionários da prefeitura que atendem o povo, inclusive terceirizados como motoristas e cobradores. Assim teremos logo uma Curitiba imune já. O mais que puder, será feito. Graças a Deus esse dia chegou”, afirmou Greca.

Já o governo do Paraná acumula uma reserva de R$ 200 milhões para a compra de vacinas. Metade do valor foi ofertado pelos cofres da Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) e a outra parte é da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).

O governador Ratinho Junior (PSD) disse que o Estado está pronto para começar a vacinação. O secretário da Saúde, Beto Preto, afirmou que a expectativa é aplicar a primeira dose da vacina em quatro milhões de pessoas até maio. De acordo com a Sesa, as vacinas serão aplicadas em 1.850 postos espalhados pelo Paraná.

Conforme os últimos boletins, Curitiba acumula 118.846 casos confirmados e 2.404 mortes por covid-19. O Paraná totaliza mais de 483.024 infectados e 8.842 óbitos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="739096" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]