Curitiba bate recorde de mortes e chega a 100% de ocupação dos leitos de Covid-19

Vinicius Cordeiro

covid curitiba recorde mortes leitos

Com 44 óbitos, Curitiba bateu recorde de mortes registradas em 24 horas e não tem mais leitos da rede pública para tratar pacientes com covid-19. Neste momento, todas as 479 UTIs e as 860 enfermarias estão ocupadas. 

A cidade alcançou a capacidade máxima do sistema de Saúde nesta quinta-feira (18), justamente na semana em que se completou um ano da chegada do coronavírus ao Paraná. Segundo o boletim da SMS (Secretaria Municipal da Saúde), são mais 914 casos notificados. Com isso, a cidade totaliza 161.967 infectados e 3.381 vítimas da doença.

Até então, o recorde de mortes havia sido registrado na última terça (16), com 41 óbitos. O número de casos ativos também está em alta: 13.963 pessoas são capazes de transmitir o vírus.

Curitiba está sob bandeira vermelha, que representa alerta máximo contra a covid, desde a sexta-feira da semana passada. Diante desse cenário, o prefeito Rafael Greca (DEM) decretou lockdown até a próxima segunda-feira (21).

A rede privada já sinaliza que se aproximou do colapso desde a semana passada. Em carta aberta à população nesta semana, 28 diretores de hospitais defenderam medidas restritivas para conter o pior momento da crise gerada pela covid-19.

De acordo com a Secretaria, 10 leitos de enfermaria da rede pública foram ativados hoje no Hospital São Vicente. Mesmo assim, a taxa de ocupação dos leitos clínicos está em 101%. Ou seja, há mais internados do que as 860 vagas da rede pública ofertadas.

Em relação às UTIs, também não há leitos livres. São 479 pessoas em estado grave por complicações da doença.

FILA POR LEITOS JÁ TEM QUASE 500 PESSOAS

De acordo com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), 499 pessoas estavam esperando por vagas em Curitiba e Região Metropolitana ontem. O balanço, que ainda não foi atualizado, aponta que 230 pessoas precisam de atendimentos em enfermarias enquanto outras 269 necessitam de UTI.

NÚMEROS DA COVID-19 EM CURITIBA

Com o balanço de hoje, veja os números atualizados:

  • 3.381 mortes (+44 nas últimas 24h);
  • 161.967 casos confirmados (+914 nas últimas 24 horas);
  • 13.963 casos ativos;
  • 144.623 recuperados.

Segundo a prefeitura de Curitiba, 114.711 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. São eles:

  • 61.120 idosos;
  • 47.765 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação);
  • 5.753 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência;
  • 73 indígenas.

Destes, apenas 47.484 pessoas já tiveram aplicação da segunda dose. Atualmente a vacinação está imunizando idosos de 78 a 76 anos.

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas via Governo do Paraná, 139.710 doses de vacinas (CoronaVac e vacina de Oxford/AstraZeneca) para a primeira dose e 50.740 doses da CoronaVac para segunda dose.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="752224" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]