Em crise financeira, Hospital Evangélico de Curitiba fecha pronto-socorro

Mariana Ohde


O Hospital Evangélico, em Curitiba, está com o pronto-socorro fechado desde sexta-feira (4) por causa de uma crise financeira. Segundo a instituição, o hospital enfrenta falta de materiais, como remédios e soros.

A suspensão do serviço é temporária e as consultas seguem sendo realizadas normalmente.

Confira a nota do hospital na íntegra:

O Hospital Evangélico de Curitiba comunica que, infelizmente, terá de interromper temporariamente o atendimento em seu Pronto Socorro, na tarde desta sexta-feira (04).

A interrupção ocorre pela falta de recursos para a compra de insumos necessários, e com o objetivo de priorizar o atendimento dos pacientes já internados.

A crise financeira enfrentada pelo hospital é de conhecimento público, e a atual Direção tem deixado claro, em entrevistas, comunicados oficiais, reuniões e encontros com gestores públicos municipais, estaduais e federais, que o funcionamento em boas condições depende um aporte maior do Poder Público, que garanta um fluxo de caixa capaz de fazer frente às despesas.

O Hospital Evangélico é mantido com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) e repasses da Prefeitura de Curitiba, que informa, em nota, que os repasses estão em dia. Esta é a segunda vez neste ano que o hospital fecha o setor por dificuldades financeiras. Em junho, a intervenção judicial no hospital completou um ano. Na época, a decisão se baseou em irregularidades trabalhistas.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="395686" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]