Exposição sobre genocídio ucraniano termina amanhã em Curitiba

Narley Resende


Thaissa Martiniuk, BandNews FM Curitiba

Termina nesta quinta-feira (30) a exposição que relembra a morte de milhões de ucranianos durante o regime soviético. Ao todo, 54 painéis retratam as vítimas do genocídio que matou 20% da população ucraniana na década de 30.

A mostra faz parte da recordação do Holodomor, que em ucraniano significa morte pela fome. O genocídio de pelo menos sete milhões de ucranianos, entre os quais muitas crianças, foi negado pela antiga União Soviética durante muitos anos e só foi oficialmente reconhecido na Ucrânia no 15º aniversário de independência do país, em 24 de agosto de 2006.

A recordação do episódio ocorre em todo mundo sempre no quarto sábado de novembro. Os painéis retratam a tirania do governo stalinista por meio de textos, imagens e de materiais que estarão disponíveis para consulta.

A exposição fica em cartaz até amanhã, dia 30 de novembro, na Faculdade São Basílio Magno, Rua Carmelo Rangel, 1200, no batel. O horário de funcionamento é das 8h às 16h. A entrada é gratuita.

 

Previous ArticleNext Article