Feira quer fomentar música feita no Sul

Narley Resende


O Portão Cultural recebe de hoje a sábado (25) a Feira Internacional de Música do Sul, que deve reunir artistas e agentes da cadeia produtiva musical.

Funcionando como uma feira de negócios, o evento conta com showcases de bandas do Sul, palestras, debates, rodadas de negócios e circuitos de shows noturnos.

“A feira foi pensada para fomentar a música produzida nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Convidados de fora do Brasil e daqui vêm para assistir as bandas e conversar sobre possíveis negócios a partir disto”, explicou Téo Ruiz, diretor e idealizador do evento.

Hoje, no primeiro dia da feira, vão se apresentar nos showscases quatro bandas gaúchas. Amanhã é a vez das catarinenses, sexta dos paranaenses, e no sábado o dia é exclusivo para artistas curitibanos.

No total, vão acontecer 16 showcases. “Eles são voltados mais diretamente para empresários, produtores e diretores musicais, mas o evento é aberto para qualquer pessoa interessada por música, basta se inscrever no site, até porque o evento promove uma série de palestras, mesas e debates sobre o universo musical”, explicou Ruiz.

Toda a programação da Feira Internacional pode ser conferida no site www.fims.com.br, onde também podem ser feitas as inscrições para participar do evento (R$70).

Ensino da música nas escolas, cooperativismo musical, streaming e direitos digitais, e o papel de reconfiguração do compositor são alguns dos temas que serão discutidos durante os quatro dias de feira.

O Circuito Off, que vai acontecer durante as noites de evento no Jokers Pub, promete reunir os amantes da música com 16 apresentações ao longo dos dias.

Previous ArticleNext Article