Greca diz não ter como honrar plano de cargos dos professores, mas espera fim da greve

Roger Pereira


Após receber os professores municipais em greve, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca disse que deixou claro ao sindicato que representa a categoria que não há como honrar o plano de cargos e salários da categoria neste ano, pois não há previsão orçamentária. Greca disse que, mesmo assim, espera que os professores compreendam a situação financeira do município e seu compromisso para cumprir com as obrigações da prefeitura assim que possível, e encerrem a greve.

“Eu mostrei a eles a grave situação financeira da prefeitura, a necessidade de uma reprogramação de nossa previdência e de uma reengenharia no nosso plano de cargos e salários, inclusive. Mostrei a eles que o plano de cargos e salários, como foi deixado pelo meu antecessor, sem cobertura orçamentária para 2017, é como um cheque sem fundo. E propus honrar esse plano quando se restaurar o equilíbrio fiscal e financeiro da prefeitura de Curitiba, coisa que estamos trabalhando”, disse o prefeito.

“Nós não podemos assumir maiores despesas porque a nossa dívida é de dois lançamentos inteiros de IPTU, R$ 1,2 bilhão. Mas é nosso entendimento honrara todos os compromissos com a educação”, acrescentou.

Grica disse que exigirá a reposição das aulas dos dias parados. “Eu não abro mão que reponham as aulas, porque nossas crianças não podem ser reféns da política sindical”.

CURITIBA 324 ANOS – Teste seu conhecimento
Confira o jogo de palavras cruzadas exclusivo do Paraná Portal. São 60 questões sobre a cidade, sua história, lugares e pessoas.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="421073" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]