Homem desaparece após ser hospitalizado em Curitiba

Andreza Rossini


Da BandNews Curitiba

O desaparecimento de um paciente do Hospital do Trabalhador, em Curitiba, tem intrigado os familiares. João Farias, de 61 anos, foi hospitalizado na última segunda-feira (18), após cair na rua e bater a cabeça. Em uma ambulância do Samu, foi levado até o hospital.

O filho, Alex Farias, ao saber do ocorrido, foi ao encontro do pai, que estaria amarrado na maca por apresentar comportamento agressivo. As atendentes teriam solicitado os documentos do homem. Alex foi para casa e, ao retornar com os documentos, já não encontrou mais o pai.

“Eu voltei por volta das 21 horas e ainda não tinham percebido que o meu pai tinha sumido de dentro do hospital. Simplesmente me falaram que não poderiam fazer nada. Eu voltei no outro dia pedindo para ver as imagens, nos primeiros momentos eles disseram que iriam mostrar e cerca de meia hora depois a moça que me atendeu disse que a diretoria informou que as câmeras da instituição não estão funcionando”, contou.

Alex diz não ter interesse em processar o hospital, apenas quer as imagens do circuito interno para ter uma noção de como o homem saiu e para que lado foi.

“Creio que meu pai esteja bem, porque notícias ruins chegam rápido”, disse.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde diz que o homem foi atendido alcoolizado e, após medicado e apresentar melhora, saiu caminhando pelo acesso das ambulâncias. No entanto, a família garante que as recepcionistas afirmaram ter visto João Farias saindo caminhando pela porta da frente, com os curativos e até com a pulseira do hospital.

Não o impediram porque a recepção estava muito movimentada. A família também rebate a alegação de alcoolismo. Segundo os parentes de João Farias, o homem não costumava beber e, esporadicamente, tinha falhas de memória.

WhatsApp-Image-2017-12-22-at-09.34.00

Previous ArticleNext Article