Homem que teve sigilo vazado pela Central 156 deve ser indenizado

Narley Resende


BandNews FM Curtiba 

O Tribunal de Justiça do Paraná determinou o pagamento de R$ 1,5 mil a título de indenização a um homem que teve divulgadas informações sigilosas denunciadas à Central 156, da Prefeitura de Curitiba. Ele havia feito uma reclamação sobre as condições da escola municipal em que as filhas estudavam.

Mesmo tendo solicitado sigilo, dias depois da denúncia, o homem acabou recebendo uma intimação da diretora do colégio, que registrou um boletim de ocorrência por perturbação da paz contra o pai das meninas. Além disso, ele responde a uma ação penal por injúria, movida pela diretora. Por meio de nota, a prefeitura reconhece o “equívoco operacional”, mas destaca que o erro foi cometido na administração passada.

Além disso, garante que todos os dados fornecidos via 156 com solicitação de sigilo são assim mantidos. A prefeitura diz, também, que trabalha em parceria com o Instituto Curitiba de Informática (ICI) para promover melhorias a fim de reforçar a confidencialidade de quem utiliza o sistema.

Previous ArticleNext Article