Laudo aponta risco de queda do palácio Belvedere

Andreza Rossini


A parte da estrutura de madeira o prédio histórico Palácio Belvedere, no bairro São Francisco, em Curitiba, corre risco de desabar de acordo com o relatório da Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis de Curitiba (Cosedi), da Prefeitura de Curitiba.

O edifício, construído há mais de 100 anos, pegou fogo na última quarta-feira (6). Ainda será feita uma avaliação na construção de alvenaria para verificar os possíveis danos. O presidente da Academia Paranaense de Letras (APL), Ernani Buchmann, informou que deve pedir mais recursos para a reconstrução do palácio.

Funcionários da prefeitura isolaram a área do prédio na última sexta-feira (8) para evitar que as pessoas se aproximem do local. O projeto de restauração deve ser mantido.

A polícia civil instaurou um inquérito para investigar o incêndio.

Foto: Divulgação / SMCS
Foto: Divulgação / SMCS

Belvedere

O prédio foi construído em 1915 e é tombado pelo Patrimônio Histórico do Paraná, além de ser uma Unidade Especial de Interesse de Preservação (Uiep). A construção estava abandonada e depredada.

Em junho, o prefeito Rafael Greca (PMN) assinou o decreto de transferência de R$ 1,073 milhão para o restauro do palácio, mas as obras ainda não haviam começado. A previsão era de conclusão em até 18 meses O prédio seria a nova sede da Academia Paranaense de Letras (APL).

Exemplar arquitetônico desenhado com linhas art nouveau, o prédio foi construído pelo então prefeito Cândido de Abreu para ser um mirante no então ponto mais alto urbanizado da capital. A edificação teve outros usos, tendo sido, nos anos 20, sede da primeira rádio do Paraná, a Rádio Clube Paranaense.

Na década de 30 passou a ser Observatório Astronômico da antiga Faculdade de Engenharia do Paraná e, em 1962, sede da União Cívica Feminina Paranaense.

Anos mais tarde, em 2008, o prédio foi usado como posto da Polícia Militar e, entre 2012 e 2014, transformado no primeiro Centro Estadual de Defesa dos Direitos da População em Situação de Rua.

 

Previous ArticleNext Article