Novo parque de Curitiba homenageia franceses

Narley Resende


Metro Jornal Curitiba

A prefeitura inaugura neste domingo o Parque Mairi, localizado nas margens do Rio Barigui, divisa entre a Fazendinha e a Cidade Industrial. “Mairi”, nome de origem Tupi-guarani, significa povoado de estrangeiros ou povoado de franceses.

O parque foi construído através de um financiamento de R$ 4,6 milhões provenientes da AFD (Agência Francesa de Desenvolvimento), além de recursos do município.

O parque tem 43 mil metros quadrados que estavam ocupados por um lixão e agora vão servir como área de lazer e para proteção do rio.

A inauguração do Mairi marcará a conclusão da terceira etapa de um programa mais amplo: o Rio Parque de Conservação. O Mairi será ligado com o Parque Cambuí, inaugurado em 2008 na margem oposta do Barigui.

Para isso, no entanto, ainda terá que ser concluída uma passarela de pedestres sobre o rio, que deve ficar pronta em 60 dias. Nas primeiras fases do programa já foram inaugurados nas região sul da cidade os parques Guairacá, Mané Garrincha e a Reserva do Bugio.

A próxima etapa será a criação de um novo parque perto do conjunto habitacional Moradias Rio Bonito, no bairro Campo de Santana. O local está em obras que custarão R$ 6,8 milhões.

“Este programa preserva a natureza, melhora a água dos rios e oferece lazer saudável para toda a comunidade”, afirma o secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima.

Canchas abertas

Para o lazer o parque Mairi conta com uma pista de 1.290 metros (compartilhada para pedestres e ciclistas) canchas de futebol de areia, vôlei, minifutebol e quadra poliesportiva, além de academia ao ar livre, equipamentos de ginástica e parquinhos.

A região também ganhou iluminação nova, o asfalto definitivo na Rua Paulo Roberto Biscaia, além de área de remanso para estacionamento e calçadas em paver.

Previous ArticleNext Article