Ônibus de Curitiba tem dez casos de abuso registrados por mês

Redação


Curitiba teve 160 denúncias e 27 prisões em flagrante realizadas desde foi implantada a Campanha Busão Sem Abuso – que tem o objetivo de um coibir os casos de assédio dentro dos ônibus do transporte público.

A campanha está na ativa há dezoito meses e registra, em média, 10 denúncias por mês. As principais ocorrências são relacionadas a assédio sexual, atos obscenos e libidinosos.

O caso mais recente aconteceu neste final de semana (04), em um ônibus biarticulado. O agressor, de 32 anos, foi detido pela Guarda Municipal depois de assediar uma adolescente de 15 anos. Agentes interromperam o trajeto do veículo quando ele estacionou no Terminal do Portão e o suspeito foi encaminhado para a delegacia.

O que chamou a atenção, neste caso, é que a denúncia foi feita por um grupo de pessoas que estava dentro do coletivo e se sensibilizou com a vítima. Essa é exatamente a recomendação da Prefeitura – as denúncias não precisam ser feitas exclusivamente pelas vítimas. Qualquer pessoa que presenciar uma situação de agressão pode acionar a Guarda Municipal por meio do telefone 153.

A campanha Busão Sem Abuso, da Prefeitura de Curitiba, tem o apoio da Secretaria da Mulher, da Guarda Municipal, Urbs, Tribunal de Justiça (TJ-PR), do Sindicato dos Trabalhadores e Motoristas de Curitiba e Região (Sindimoc) e do sindicato patronal (Setransp).

(BandNews FM Curitiba)

Previous ArticleNext Article