Paciente agride enfermeira em UPA de Curitiba

Roger Pereira


Com Tabata Viapiana / CBN Curitiba

Irritada com a falta de médicos e a demora no atendimento na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Boa Vista, bairro da Zona Norte de Curitiba, uma paciente agrediu uma enfermeira que trabalhava no local. Toda a confusão foi registrada em vídeo por outros pacientes que aguardavam atendimento na unidade.

O caso aconteceu na noite da última quinta-feira, véspera do feriado de Tiradentes. A paciente foi reclamar com uma das enfermeiras da UPA, dizendo que era a sua vez de ser atendida. A discussão, no entanto, acabou virando agressão física. A paciente agrediu a enfermeira com socos e tapas.

A mulher foi contida por outros pacientes, mas mesmo assim, continuou a reclamar da longa espera por atendimento médico. Muitos pacientes também aproveitaram para protestar contra a falta de médicos na unidade.

[insertmedia id=v21FAaIev3Q]

Em nota, a Prefeitura de Curitiba informou que a paciente foi contida pela Guarda Municipal e encaminhada para atendimento na UPA do Pinheirinho. Em seguida, foi levada ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC-SUL) da Polícia Civil para registro da ocorrência.

Ainda segundo a nota, no momento da confusão, a paciente já tinha passado pela triagem e recebido pulseira verde (para atendimento não urgente e ambulatorial, conforme a classificação de risco). A Prefeitura alega que havia sete médicos em atendimento na unidade, sendo três para a ala adulta, dois pediatras e outros dois no atendimento interno.

A UPA Boa Vista é uma das mais frequentadas pela população da região norte de Curitiba e por moradores dos municípios vizinhos. Cerca de 470 pessoas são atendidas diariamente na unidade.

 

 

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="426402" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]