Prefeitura vai realizar ação integrada para multar motoristas do Uber

Andreza Rossini


As informações são da BandNews Curitiba

A prefeitura de Curitiba deve reforçar a fiscalização contra os motoristas parceiros da plataforma Uber, nos próximos dias. A afirmação é de representantes de taxistas que estiveram reunidos, na última terça-feira (2), com o secretário de governo municipal, Ricardo Mac Donald. Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura confirmou que vai reforçar a fiscalização.

O presidente da UTC (União dos Taxistas de Curitiba), Rogério Félix, afirma que a administração municipal promete uma ação integrada para aplicar a multa de R$ 1700 – que já foi sancionada, mas ainda depende de um decreto para que possa entrar em vigor.

Para o representante da categoria, com a regulamentação do aplicativo Uber, os taxistas se dão por satisfeitos. Mesmo assim, esperam que o trabalho de combate ao transporte considerado ‘clandestino’ seja um ato contínuo.

 Atualmente, pelo Código de Trânsito Brasileiro, os motoristas flagrados em desacordo com a legislação recebem multa de R$ 85,13, além de perder 4 pontos na Carteira de Habilitação.

Previous ArticleNext Article