Profissionais de saúde: Curitiba restringe vacina aos cadastrados no CNES

Redação

curitiba, vacina, vacinação, covid, covid-19, coronavírus, campanha, coronavac, astrazeneca, primeira dose, segunda dose, 36 anos

Por recomendação do Ministério Público do Paraná, a Secretaria Municipal de Saúde, irá aplicar vacina contra a covid-19  a partir da tarde desta sexta-feira (5/2), apenas profissionais que estiverem atuando em serviço de saúde, com vínculo no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. As informações são da Secretaria Municipal da Comunicação Social.

No CNES estão cadastrados todos os tipos de estabelecimento de saúde, sejam públicos, privados ou conveniados, pessoa jurídica ou física que realizam serviços de atenção à saúde no Brasil.

Dentro do atual grupo que está sendo imunizado, os profissionais das listas enviadas pelos conselhos de classe que foram agendados para vacina, mas não estiverem vinculados ao CNES, não serão vacinados neste momento.

A SMS ressalta que o Plano Municipal de Vacinação está em consonância com as diretrizes do Plano Nacional de Imunização, que preconiza na primeira fase a imunização dos trabalhadores da saúde com atuação em serviços de saúde.

Seguindo todos os critérios do Plano de Vacinação, Curitiba trabalha para que a população seja atendida com a imunização contra a covid-19, e que o avanço da campanha a todos os grupos depende das quantidades de doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

Leia também: Idosos acamados já podem se cadastrar pelo Saúde Já para receber a vacina

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="743888" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]