Projeto Haiti forma terceira turma em Curitiba

Narley Resende


Acontece hoje a cerimônia em que 120 haitianos receberão o certificado de conclusão do curso instrumental de língua portuguesa. O curso faz parte do Projeto Haiti, desenvolvido pela Prefeitura de Curitiba. Mais de 500 haitianos já participaram do programa.

“A Secretaria Municipal de Educação, entendendo que é parte da função social da escola pública o resgate da cidadania e dos direitos de todos os cidadãos, independentemente de sua condição social, econômica ou étnico-racial, buscou formas para dar oportunidade a esse público”, diz a secretária da educação, Roberlayne Borges Roballo.

Durante o evento também haverá a exposição “Vozes do Haiti,” composta de textos e imagens produzidos pelos haitianos. São relatos das experiências vividas ao longo do Projeto Haiti; além da exibição do vídeo documentário “Saudade PON. TE para o Haiti”, produzido por Diego Baffi, da Faculdade de Artes do Paraná.

Está será a terceira turma certificada pelo Projeto Haiti, iniciado em 2013 para atender a elevada demanda de imigrantes que vinham do país em busca de melhores condições de vida. Mais de 500 haitianos já foram beneficiados com a formação.

Os alunos certificados neste semestre iniciaram as aulas em março, nas escolas Germano Paciornick, no Boqueirão, Augusta Gluck Ribas, no Bairro Novo, Irati e Linneu Ferreira do Amaral, ambas no Cajuru.

O casal de haitianos Dieuly e Shella Laurore vive em Curitiba há seis meses.Vieram ao Brasil com os dois filhos tentar uma nova vida. O engenheiro civil e a professora estão em busca de trabalho e com boas expectativas de conseguir uma colocação no mercado a partir do certificado de conclusão do curso instrumental de língua portuguesa. O casal pertence ao grupo de 120 haitianos que será certificado nesta segunda-feira (27) em cerimonia a partir das 19 horas, no Centro de Formação Continuada, na Rua Dr. Faivre, 398, no Centro.

Certificação do Curso Instrumental de Língua Portuguesa para Haitianos

Data: 27 de junho

Horário: 20 horas (exposição aberta a partir das 19 horas)

Local: Centro de Formação Continuada – auditório térreo (Rua Dr. Faivre, 398)

 

Previous ArticleNext Article