“Saúde Já” reduz fila de espera para procedimentos, diz prefeitura

Andreza Rossini


Com informações da Prefeitura de Curitiba

A fila de espera para atendimentos na área de dermatologia e pequenas cirurgias de pele caiu 84,1% devido ao Mutirão Saúde Já, de acordo com a Prefeitura de Curitiba.

O procedimento é realizado no Hospital Evangélico de Curitiba. A administração municipal aponta que na data de início dos atendimentos, dia 1º de março, mais de 4.200 pessoas estavam na fila. Três meses depois, esse número foi reduzido a 678 pacientes em espera.

A fila para vasectomia — procedimento também realizado no Evangélico — teve redução de 81,6%. No início dos atendimentos (1/2) havia 776 pessoas esperando pela cirurgia. Agora, há 143 pessoas na fila.

 

Como funciona

Os pacientes são encaminhados pelas Unidades de Saúde para fazer uma consulta de triagem no Centro Médico Ambulatorial do Evangélico. Essas consultas servem para fazer a avaliação de cada caso e determinar quais demandam cirurgia ou não.

Segundo o coordenador técnico do Evangélico, Maurus Vinícius Stier, para fazer a vasectomia o paciente precisa levar um termo de consentimento e ter mais de 28 anos. “É um procedimento importante para a família que precisa, já que a laqueadura para a mulher é mais complicado de se fazer”, comenta.  “Para o homem, em 30 minutos é feito o procedimento.”

Já pelo mutirão de cirurgias de pele, o perfil mais comum é de pessoas com cistos sebáceos e lipomas, de acordo com a médica encarregada pela área no Evangélico, Flávia Trevisan. “São lesões benignas que só são retiradas quando trazem algum incômodo para o paciente”.

Ainda segundo a médica, quando existe necessidade de cirurgia há dois tipos de encaminhamento. Os procedimentos menores, mais simples, são feitos no próprio ambulatório. Já aqueles que demandam um acompanhamento maior, são realizados no hospital.

Trevisan comenta que a equipe faz um esforço para que a fila não inche novamente. Toda vez que os agendamentos para procedimentos cirúrgicos começam a se acumular, é realizado um dia dedicado inteiramente às cirurgias. “Nós não fazemos cirurgias por motivos estéticos, só quando traz algum comprometimento, risco de inflamação ou incômodo muito grande para o paciente”, esclarece.

 

Previous ArticleNext Article