Sem apoio público, Parada LGBT em Curitiba busca patrocínio

Narley Resende


Cerca de três milhões de pessoas devem comparecer na Parada do Orgulho LGBT em São Paulo neste domingo (17), no maior evento LGBT do mundo. Enquanto o Brasil debate o mega evento de São Paulo, a Associação Paranaense da Parada da Diversidade (APPAD) já deu início a organização da edição curitibana que será realizada no dia 5 de novembro, no Centro Cívico.

De acordo com a APPAD, a Parada LGBT de Curitiba não recebe financiamento público e os organizadores buscam parcerias e apoiadores para a edição deste ano. Em 2016 a Uber foi a principal patrocinadora.

“O que eu tenho a ver com isso? ” é o tema da 18ª edição da Parada da Diversidade LGBT de Curitiba (2017), que busca mobilizar a sociedade em torno da agenda de promoção e defesa dos direitos humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersex.

Temas como racismo, machismo, xenofobia, intolerância religiosa e prevenção de HIV/Aids também serão abordados no evento.

Visibilidade

Para colaborar na mobilização do evento e para promover direitos humanos de LGBT, serão iniciadas em julho, diversas oficinas para estudantes de comunicação e turismo, cultura e voluntariado. Informações podem ser obtidas pelo telefone da associação 41-3044-5151 ou pela internet no e-mail appadpr@yahoo.com.br; na página do evento no Facebook e também pelo Twitter.

Parada LGBT Curitiba

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="437529" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]