Telegramática de Curitiba ultrapassa 1,5 milhão de atendimentos

Mariana Ohde


O Telegramática, serviço da Prefeitura de Curitiba que esclarece gratuitamente dúvidas sobre o uso da língua portuguesa, ultrapassou 1,5 milhão de atendimentos em maio. A marca considera consultas feitas pelo telefone (41) 3218-2425 e pela internet.

Dúvidas gramaticais, a escrita correta de palavras, emprego do hífen, prefixos, sufixos e termos necessários na redação de ofícios e outros tipos de documentos oficiais constituem a maior parte das consultas. Também são frequentes ajudas para a redação de petições, relatórios de trabalho e houve até quem solicitasse orientação para compreender o texto de uma bula de remédio.

A média mensal é de seis mil atendimentos. Quem procura os serviços da Telegramática são estudantes, professores, jornalistas, médicos, escritores e advogados que ligam de diferentes cidades do Brasil e até do exterior. Do outro lado da linha ou conectado na internet estão oito consultores, professores da rede municipal de ensino, especialistas em língua portuguesa e aprovados em processo seletivo interno da Secretaria Municipal da Educação para trabalhar no Telegramática. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 12 horas e das 14h ás 18 horas.

O trabalho realizado pelo Telegramática tem forma e conteúdo com bases científicas. Mais de mil livros entre dicionários de diversas áreas, de sinônimos e antônimos, etimologias, folclore, linguística e regência são usados pelos consultores. O grupo também faz buscas em publicações sobre administração, finanças, moda, informática, telecomunicações, assuntos jurídicos e outros temas e idiomas.

Outra ação dos consultores foi a criação de um registro das informações repassadas aos consulentes e que deram origem a um índice remissivo para arquivar palavras que ainda não foram registradas em dicionário, mas são citadas pelos que buscam informações. São mais de 11 mil vocábulos novos ou que adquiriram novos significados.

Coerência discursiva

Nos atendimentos do Telegramática, as ações são compartilhadas entre os consultores, fortalecendo o conjunto de informações e multiplicando as pesquisas e fontes de informações para consultas futuras. A consultora Terezinha das Graças Oliveira explica que a equipe verifica não apenas a gramática, mas também a coerência discursiva. “Nosso trabalho requer conhecimentos de leitura, escrita e apreciação de textos, sejam literários ou não. Muitas vezes atendemos até pais que precisam auxiliar os filhos com tarefas de casa”, diz Terezinha.

O trabalho do consultor do Telegramática é diferente da correção gramatical mecânica. “Sempre verificamos se o texto possui lógica, se há coerência entre as ideias e coesão textual, no entanto, buscamos manter o conteúdo do texto, respeitando o estilo de escrita do autor”, diz a consultora Rosana Wippel.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal