Tempestade de granizo rompe janela de avião e turbulência provoca desvio na rota

Andreza Rossini


Repórter Tabata Viapiana da CBN Curitiba

A forte chuva de granizo que caiu na terça-feira (12), em Curitiba e Região Metropolitana, atingiu passageiros que embarcaram no aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais. Um voo teve que ser desviado da rota por causa do mau tempo.

O engenheiro Marcelo Paes embarcou normalmente no final da tarde em um voo com destino a Porto Alegre. A informação inicial do comandante era de que uma leve turbulência poderia atingir a aeronave no início do trajeto – no máximo por dez minutos. Mas logo começou a cair a forte chuva de granizo que assustou os passageiros com uma turbulência intensa.

A chuva acabou rompendo uma das janelas da cabine da aeronave e o voo teve que ser desviado para São Paulo, onde as condições climáticas eram melhores para um pouso seguro. De acordo com Marcelo, o problema na janela do avião assustou mais do que a própria turbulência.

Algumas pessoas até passaram mal dentro da aeronave. Por volta das 18h30, eles pousaram no aeroporto de Guarulhos e aguardaram novas instruções da companhia aérea.

De acordo com a Infraero, o aeroporto Afonso Pena não foi fechado por causa da chuva de granizo. O terminal funcionou normalmente até às onze horas da noite, quando passou a operar por instrumentos. Na manhã desta quarta-feira (13), a situação também é considerada normal e não há voos cancelados ou atrasados.

A Latam informou, em nota, que a aeronave teve que alternar para São Paulo, após passar por uma área de granizo, pousando em total segurança em Guarulhos. A aeronave ficou retida para manutenção corretiva e todos os passageiros foram encaminhados a outro voo, que chegou a Curitiba às 21h. A Latam disse ainda que os passageiros receberam a assistência necessária e que todas as decisões da empresa visam garantir uma operação segura.

Previous ArticleNext Article