Tim demite centenas de funcionários no Paraná e em Pernambuco

Jordana Martinez


Pelo menos mil e 700 funcionários de unidades de Call Center da empresa de telefonia Tim, em Curitiba, no Paraná, e em Recife, Pernambuco, foram dispensados nesta sexta-feira (08).

Em Curitiba, na sede do bairro Seminário, os trabalhadores encontraram as portas da empresa fechadas nesta manhã. Só então descobriram que todos estavam demitidos.

Nas redes sociais, os funcionários denunciam que o processo foi irresponsável. Alguns dizem que ouviram boatos sobre supostos cortes, outros afirmam que foram pegos de surpresa. As rescisões estariam sendo negociadas caso a caso.

O Sinttel, sindicato que representa a categoria, informa que já havia a suspeita de que TIM fecharia o Call Center por causa da crise.

Pernambuco

Em Pernambuco, 1.200 funcionários do call center, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, foram dispensados de uma só vez, nesta sexta-feira.

Em nota, a TIM informou que o processo “foi feito com responsabilidade e que faz parte de uma reorganização da empresa”. Segundo a empresa, o serviço de atendimento ao consumidor será assumido pelas empresas terceirizadas AeC, AlmavivA e TMKT. A companhia informa ainda que vai manter as unidades próprias no Rio de Janeiro e em Santo André, interior de São Paulo.

Veja a nota na íntegra:

“A TIM realiza uma reorganização em suas atividades de atendimento ao consumidor com objetivo de garantir uma melhor sinergia entre suas operações e o fornecimento de serviços e infraestrutura de alta qualidade. A partir de 8 de julho, as empresas AeC, AlmavivA e TMKT ampliarão suas atuações no teleatendimento ao cliente. As empresas são reconhecidas por sua experiência no mercado e continuarão seguindo um rígido padrão de controle e desempenho acompanhados de perto pela TIM. Todo o processo foi conduzido com a máxima responsabilidade perante nossos funcionários, em diálogo contínuo com os sindicatos, incluindo a oferta de um pacote diferenciado de suporte aos colaboradores impactados, que inclui extensão do plano de saúde por seis meses, indenizações adicionais (incluindo auxílio-creche e auxílio filho portador de deficiência) e um plano de suporte ao colaborador. Tais benefícios já podem ser considerados referência no setor.

Além das novas frentes de atendimento, a companhia mantém suas unidades call centers próprios no Rio de Janeiro e em Santo André, resultando em um melhor mix capaz de suprir a demanda de atendimentos de seus clientes, a exemplo das melhores práticas adotadas pelo setor. A reorganização segue as diretrizes do Plano de Eficiência da TIM, que contempla todas as suas áreas e prevê eficiências acumuladas de R$ 1 bilhão de reais até 2017. As mudanças de processos e redistribuição de atividades de forma estratégica permitem manter o foco da companhia em serviços e infraestrutura que trazem mais competitividade e formas inovadoras de comunicação para toda a população”.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.