União autoriza licitação do lote 4 da Linha Verde

Andreza Rossini


Repórter Brunno Brugnollo do Metro Curitiba

A prefeitura de Curitiba recebeu na terça-feira (18) a autorização do governo federal para licitar as obras do lote 4 da Linha Verde Norte, que começa no Rio Bacacheri (nas proximidades da Rua Fagundes Varela) e segue até o trevo do Atuba, na divisa com Colombo.

O trecho de 2,84 km é último da Linha Verde, que terá ao todo – quando pronta – 22 km e a possibilidade de receber o transporte coletivo em toda sua extensão. Para a finalização completa da Linha, ainda restaria o lote 2, da reformulação do viaduto da Victor Ferreira do Amaral.

A liberação dos R$ 74,9 milhões para a execução da obra aconteceu em reunião do prefeito Rafael Greca (PMN) e do governador Beto Richa (PSDB) com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, e o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, em Brasília.

Segundo o secretário de Governo Municipal, Luiz Fernando Jamur, a licitação deverá ser lançada no mês que vem e a previsão para início efetivo das obras é o começo de 2018.

Outras obras

Além do último trecho da Linha Verde, a prefeitura obteve a liberação de R$ 23,7 milhões para outras três obras de grande porte. São R$ 9,2 milhões para construção do terminal do Tatuquara (leia mais ao lado) e a reforma do terminal da Vila Oficinas (no Cajuru). Já R$ 14,5 milhões serão destinados para uma trincheira na Avenida Nossa Senhora Aparecida com a Gen. Mário Tourinho (no Seminário), que estava há alguns anos parada no papel.

Confira como estão as atuais obras na Linha Verde Norte

• Lote 3.1 – da Avenida Victor Ferreira do Amaral até o Rio Bacacheri: as obras em 3,4 km do Tarumã ao Bacacheri já haviam passado dos 61% de execução até o início deste mês. A drenagem e terraplanagem da obra estão quase prontas e a pavimentação já atingiu mais de 80%. O investimento neste trecho é de R$ 51,2 milhões.

• Lote 3.2 –  Trincheira Fulvio José Alice: a nova trincheira que fará a ligação do Bacacheri ao Bairro Alto estava com 38% de execução há duas semanas. São 420 metros de extensão por baixo da Linha Verde. A escavação já foi feita na Rua Amazonas de Souza Azevedo (Bacacheri) e agora é realizada na Fulvio José Alice. O investimento é de R$ 27 milhões.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="461044" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]