Urbs multa taxistas por transporte irregular de passageiros em protesto

Fernando Garcel


Com informações de Lucian Pichetti

A Urbs passou a fiscalizar e multar taxistas durante a ação chamada de “Táxi Solidário”. A modalidade proporciona viagens entre pontos atendidos pelas rotas do transporte coletivo por R$ 20, para grupos de quatro passageiros. Cerca de 500 veículos participaram da ação na segunda-feira (21). A iniciativa nasceu como um protesto da categoria contra a regulamentação dos serviços do Uber e Cabify na capital paranaense.

De acordo com o presidente da União dos Taxistas de Curitiba (UTC) Eduardo Fernandes, a regulamentação dos aplicativos de transporte vão causar problemas de mobilidade urbana e o sucateamento do transporte coletivo e dos táxis da cidade. “É uma manifestação contra a regulamentação mal feita e mal elaborada que vai trazer um resultado para a população complicado na mobilidade urbana. O taxista hoje está mostrando o que é a livre iniciativa e o direito de escolha tão liberado como deixou o decreto”, declarou Fernandes.

Contra Uber e Cabify, taxistas fazem corridas a R$ 5 em Curitiba

Em nota, a Urbs disse que a multa para lotações sem autorização prévia é de R$ 108,00. Em casos mais graves, a penalidade pode chegar à suspensão da atividade e ao cancelamento da autorização. O presidente da UTC garantiu que, mesmo com a fiscalização, a ação do Táxi Solidário vai continuar.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="450006" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]