Com quebra-quebra do lado de fora, vereadores aprovam pacotaço em primeira discussão

Francielly Azevedo


Francielly Azevedo com informações de Narley Resende

Os vereadores municipais de Curitiba aprovaram, em maioria, os quatro projetos do pacote de ajuste fiscal enviado pelo prefeito Rafael Greca. Enquanto as proposições eram discutidas em regime de urgência dentro da Ópera de Arame, fora do local um quebra-quebra acontecia entre servidores e policiais militares.

A votação teve início por volta das 9h20 (horário de Brasília) e terminou às 13h20. Alguns parlamentares de oposição fizeram uso da palavra para repudiar a maneira como o debate estava sendo feito. No momento em que a vereadora Professora Josete (PT) fazia seu pronunciamento, o vereador Felipe Braga Côrtes (PSD) pediu um aparte para informar o tumulto que havia começado na entrada da Ópera de Arame. “Começou a violência”, disse o parlamentar.

Em seguida, Josete se recusou a continuar participando da votação. “Eu não vou participar dessa sessão com violência lá fora”, afirmou.

 

Votação

Mesmo com a saída de alguns vereadores e o confronto entre servidores e policiais, a sessão teve continuidade e a Ordem do Dia foi aberta para apreciação. O projeto (005.00194.2017) que altera a previdência dos servidores municipais foi o primeiro a ser aprovado por 25 votos favoráveis, dois contrários e uma abstenção.

Pouco depois, já na discussão da segunda proposta, o vereador Goura (PDT) solicitou que a sessão fosse suspensa para reunião da oposição. Porém, o presidente da Câmara Municipal, Serginho do Posto (PSDB), explicou não ser possível por causa do regimento interno da casa de leis.

Sem a pausa, a proposta (005.00196.2017) que adia de 31 de março para 31 de outubro a data-base e congela carreiras do funcionalismo foi aprovada por 26 votos favoráveis e 10 contrários.

Com os ânimos mais tensos fora da Ópera de Arame, os vereadores continuaram a votação e também aprovaram o projeto  (005.00198.2017) que autoriza o leilão de dívida contraídas até 2016 por 27 votos favoráveis e quatro contrários.

E por fim, a proposição (002.00020.2017) que propõe a criação da Lei Responsabilidade Fiscal do Município foi aprovada por 27 a 10.

Uma nova sessão está marcada para esta terça-feira (27), às 9h, quando as matérias serão apreciadas em segunda discussão. A Ópera de Arame permanece como local de votação.

 

Confusão

Logo após o início da votação, um princípio de confronto teve início fora da Ópera de Arame. Servidores romperam o primeiro bloqueio policial e conseguiram derrubar algumas grades. Houve um empurra-empurra e os policiais precisaram intervir.

[insertmedia id=”E6qt-IiaktQ”]

Os policiais recuaram e os trabalhadores conseguiram se concentrar já na entrada da Ópera de Arame. Por volta das 10h30, após receberem a informação da aprovação do primeiro projeto em pauta, um novo confronto começou e três servidores foram presos. Segundo a Sesp, um por desacato e desrespeito à área destinada a assessores, outro por portar spray de pimenta e um com cocaína.

[insertmedia id=”mDraYJK3kDQ”]

Por volta das 11h10, outro confronto teve início, dessa vez com mais violência. Servidores e policiais entraram em luta corporal e bombas foram lançadas para dispersar o manifesto.

[insertmedia id=”GzguoAjPao0″]

A SESP informou que, até às 11h50, seis pessoas ficaram feridas: um manifestante (com ferimento na perna) e cinco policiais (feridos com pedradas, sendo que um deles foi encaminhado para o Hospital Evangélico).

[insertmedia id=”tAtdBEllNco”]

Em resposta, professores, profissionais da saúde e demais servidores queimaram jalecos no meio da rua.

[insertmedia id=”km7B5TF7ICY”]

 

 

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="439190" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]