Visita guiada conta a história de bares e restaurantes tradicionais de Curitiba

Narley Resende


Em cartaz até o dia 29 de junho na Casa Romário Martins, a exposição “Entre mesas e balcões: restaurantes e bares de Curitiba nas décadas de 1950 e 1960” tem  visita guiada na programação do Seminário Internacional de Patrimônio Alimentar e Cultural, que começa nesta segunda-feira (30), na PUC-PR.

Como parte do projeto de divulgação da pesquisa que deu origem a exposição, a curadora Maria Do Carmo Marcondes Brandão Rolim, vai levar os participantes do seminário para conhecer a exposição, na Casa Romário martins.

Andando com os visitantes, a socióloga e doutora em História, Maria Do Carmo Marcondes Brandão Rolim, vai contar a história da pesquisa que originou a exposição, além de curiosidades sobre o tema.

O projeto de montagem da exposição a partir da pesquisa acadêmica foi viabilizado pelo Fundo Municipal da Cultura por meio da Lei de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Curitiba e Fundação Cultural.

A mostra reúne registros fotográficos, noticias de jornais da época, acervos pessoais de proprietários e frequentadores fazem parte do acervo que pode ser visto até 29 de junho de 2016.

Tendo como ponto de partida a tese de doutorado em História de Maria do Carmo Marcondes Brandão Rolim, Gosto, Prazer e Sociabilidade: bares e restaurantes de Curitiba, orientada pelo professor Dr. Carlos Roberto Antunes dos Santos, o que se vê na exposição é a história dos estabelecimentos mais prestigiados no período das décadas de 1950 a 1960, identificando as especialidades da casa, cardápios, pratos preferidos pela clientela, ingredientes e condimentos utilizados no preparo das comidas, receitas concebidas, louçaria, ambiente e características do espaço físico.

Entre os lugares pesquisados estão o Bar Palácio, o Restaurante Duque de Caxias, Restaurante Rio Branco, Ile de France, Bar Stuart, Churrascaria Cruzeiro, Bar Triângulo, Bar Mignon, Caça e Pesca, Bar Palácio, Bar Paraná, Restaurante Embaixador, Restaurante Zacarias, Restaurante Gruta Azul, Cascatinha, Iguaçu, Madalosso, Buraco do Tatu, Cinelândia da Ermelino, Cinelândia da Barão, Lá no Pasquale, Bar Cometa, Confeitaria Iguaçu, Vagão do Armistício, Restaurante Colibri, entre outros.

O Seminário Internacional de Patrimônio Alimentar e Cultural que ocorrerá nos dias 30 e 31 de maio na PUCPR, no auditório Thomas Morus (bloco amarelo – 2. andar).

O evento é do Grupo de Pesquisa em História Cultura e Política da universidade,  do qual o Grupo de Estudo Soberania Alimentar e Direitos Humanos faz parte.

O simpósio é destinado a estudantes e professores. A participação é gratuita e as inscrições devem ser realizadas no primeiro dia do evento. A programação está disponível no link.

A visita guiada acontece no dia 31, às 14 horas, na Casa Romário Martins.

Previous ArticleNext Article