Curitiba: tarifa congelada por 30 dias em créditos comprados até fevereiro

A tarifa de ônibus em Curitiba irá ficar congelada no valor antigo de R$ 4,50 para os créditos comprados no cartão-transporte até 28 de fevereiro.

Redação - 01 de março de 2022, 19:15

Luiz Costa/SMCS
Luiz Costa/SMCS

A tarifa de ônibus em Curitiba irá ficar congelada no valor antigo de R$ 4,50 para os créditos comprados no cartão-transporte até 28 de fevereiro.

Dessa forma, o reajuste do valor da passagem de R$ 4,50 para R$ 5,50 aplicado pela Prefeitura de Curitiba só irá valer para esses usuários em abril.

A medida beneficia principalmente usuários que tem mensalmente o cartão-transporte carregado pelo vale-transporte pago pelos empregadores, modelo que representa 47% das passagens compradas em Curitiba.

A Urbs (Urbanização de Curitiba) justificou o reajuste de R$ 1 como forma de manter o serviço de transporte público com os aumentos dos custos do setor desde 2019.

Dentre esses custos, o diesel sofreu acúmulo de alta em 76% e o biodiesel teve seu preço elevado em 131%.

Outra justificativa da Urbs para a elevação do preço foi a redução no movimento de passageiros desde o início da pandemia da Covid-19.

TARIFA REDUZIDA EM ALGUMAS LINHAS DE ÔNIBUS DE CURITIBA

Mesmo com o reajuste, a Prefeitura de Curitiba irá manter o modelo de tarifa reduzida fora do horário de pico em algumas linhas.

A tarifa reduzida é válida das 9h às 11h e das 14h às 16h para pagamento exclusivo com o cartão-transporte.

As 11 linhas que mantém essa tarifa especial são: 212 Solar, 213 São João, 214 Tingui, 265 Ahú-Los Angeles, 461 Santa Bárbara, 965 São Bernardo, 661 V. Lindóia, 662 Dom Ático, 666 Novo Mundo, 860 V. Sandra e 870 São Braz.

LEIA MAIS: Tempo vira e Curitiba registra alagamentos e queda de árvores