Curitiba volta para bandeira amarela e libera comércios aos domingos

Jorge de Sousa

Curitiba volta para bandeira amarela e libera comércios aos domingos

A Prefeitura de Curitiba anunciou nesta quarta-feira (27), que após 61 dias a capital paranaense volta a adotar medidas restritivas contra a Covid-19 previstas na bandeira amarela.

Dessa forma, estabelecimentos comerciais como mercados, shoppings e restaurantes podem voltar a funcionar aos domingos.

Circos, teatros, museus, cinemas e outros estabelecimentos voltados para eventos culturais receberam autorização para retomarem suas atividades com 50% da capacidade de público.

Somente os bares e casas noturnas não foram autorizados a retomarem atividades neste momento.

“A colaboração da população foi importante para esse respiro que a cidade ganhou, mas o que vai sustentar a bandeira amarela são os cuidados como o uso de máscara, higiene das mãos e, principalmente, não aglomerar. A pandemia está longe de acabar”, explicou a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

A Secretaria Municipal da Saúde apontou que atualmente a média móvel de casos está em 502, enquanto a de mortes está em 11. Como comparação, esses indicadores em novembro estavam em 1.338 e 20, respectivamente.

Nesta quarta-feira, o boletim da Secretaria Municipal da Saúde apontou que Curitiba registrou nas últimas 24 horas, novos 403 casos e 11 mortes, além de 6.539 casos ativos da Covid-19.

Confira os serviços e atividades que continuam suspensos em Curitiba:

  • casas de show e outros estabelecimentos voltados ao entretenimento;
  • espaços para mostras comerciais como feiras, congressos, convenções e eventos técnicos;
  • bares e casas noturnas;
  • circulação de pessoas entre às 23h e às 5h (exceto para profissionais de serviços essenciais ou emergências);
  • consumo e compra de bebidas em espaços de uso público ou coletivo entre às 23h e 5h.

Confira os serviços e atividades que funcionam com restrições em Curitiba:

  • comércios de rua, galerias e centros comerciais das 9h às 22h, todos os dias da semana;
  • salões de beleza, centros de estética, barbearias, academias, banho e tosa para animais até às 22h, todos os dias da semana;
  • shoppings centers das 8h às 22h, todos os dias da semana;
  • buffets infantis e parques temáticos das 8h às 22h, todos os dias da semana (apenas com brinquedos e equipamentos de uso individual);
  • mercearias, distribuidoras de bebidas, açougues, peixarias, supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, pet shops, feiras livres, concessionárias de veículos e lojas de material de construção, das 6h às 22, todos os dias da semana;
  • cinemas, teatros, museus e afins das 6h às 22h, todos os dias da semana (com 50% da capacidade);
  • estabelecimentos de eventos sociais das 6h às 22h, todos os dias da semana (capacidade máxima de 50 pessoas e sem pista de dança);

Hotéis, resorts, pousada e  hostels seguem em funcionamento com 50% da capacidade, enquanto os serviços de call center e telemarketing com 50% do efetivo e a partir das 9h.

LEIA MAIS: “Ganhamos todas as guerras com a APP”, diz Ratinho Junior sobre volta às aulas no Paraná

Previous ArticleNext Article