De 197, apenas 53 colégios estão no formato cívico-militar no Paraná; deputado questiona funcionamento

William Bittar - CBN Curitiba

Deputados aprovam ampliação dos colégios cívico-militares em todo Paraná

Se em 2020 a previsão do Governo do Paraná era iniciar o ano letivo de 2021 com 197 colégios cívico-militares, a situação está bem longe disso. Atualmente, apenas 53 escolas atuam neste formato. O motivo é a baixa procura de militares da reserva para atuar nesses locais ou que não estão aptos, por exemplo, a ocupar o cargo de diretor nas instituições de ensino.

Pelas redes sociais, várias informações circulam de que os colégios que deveriam ser transformados para o modelo cívico-militar não devem funcionar no ano de 2021 já que o segundo semestre já foi iniciado.

Nesta semana, o deputado estadual Requião Filho (MDB) usou o plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para cobrar uma resposta do governo estadual sobre o funcionamento das unidades de ensino neste formato.

“Não se trata de uma reorganização, se trata de um péssimo planejamento. O que foi oferecido não agradou nem os militares da reserva e os colégios não tiveram efetivo suficiente para serem implementados. Mais uma vez se pensou muito na propaganda, e pouco na execução do programa”, avaliou o parlamentar.

A CBN Curitiba entrou em contato com a Secretaria de Educação e do Esporte do Paraná (Seed-PR) para saber sobre a situação dos colégios cívico-militares e a implantação do modelo.

Por meio de nota, a pasta informou que fez uma reorganização de militares da reserva, que estavam alocados em colégios nos quais não haviam se matriculado.

A nota diz ainda que no momento está convocando suplentes e um novo processo seletivo para a contratação de novos policiais já foi iniciado.

Modelo Cívico-Militar

Conforme o governo estadual, o modelo cívico-militar prevê que os alunos terão aulas adicionais de Português, Matemática e Civismo, com ênfase no estudo de leis e cidadania. Além disso, os alunos do Ensino Médio também terão aulas de Educação Financeira.

A gestão dos colégios é compartilhada entre o diretor civil e o militar. O primeiro permanece encarregado das questões pedagógicas e o outro é responsável pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança e atividades cívico-militares.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="787651" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]