Em novos decretos, governo do Paraná endurece medidas contra aglomerações

Vinicius Cordeiro

decreto paraná covid curitiba RMC

O governo do Paraná publicou dois novos decretos nesta sexta-feira (19) com medidas mais restritivas contra aglomerações durante a pandemia de Covid-19. Um deles foi estruturado de acordo com as necessidades de Curitiba e dos 29 municípios da Região Metropolitana, que tem um avanço maior da doença até o momento. O governador Ratinho Junior fez a divulgação de ambos e, em seguida, concedeu entrevista coletiva.

Os decretos entram em vigor a partir deste sábado (20) e valem pelos próximos 14 dias, mas podem ser prorrogados.

Além disso, o secretário de Saúde, Beto Preto, usou a live do pronunciamento do decreto para adiantar os números do boletim de hoje. Segundo ele, o Paraná registrou 868 confirmações – recorde de registros em 24 horas – e 13 óbitos nas últimas 24 horas. Com isso, o Estado totaliza 12.785 pessoas contaminadas e 419 mortes.

A principal medida apresentada foi a proibição e consumo de bebidas alcoólicas. Todos os estabelecimentos que oferecem esse tipo de bebida não podem vender nada alcoólico a partir das 22h enquanto a população do Paraná não pode consumir bebidas nas ruas. Não foi informado em que horas do dia o consumo passa a ser autorizado. A fiscalização será intensificada em um trabalho da Secretaria de Estado da Segurança Pública em conjunto com as Guardas Municipais e Vigilâncias Sanitárias.

Veja abaixo as regras divulgadas de cada decreto:

DECRETO PROÍBE BEBIDAS ALCOÓLICAS EM TODO O PARANÁ

  • proibição da venda de bebidas alcoólicas a partir das 22h;
  • proibição do consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos a partir das 22h;

DECRETO DO GOVERNO DO PARANÁ PARA CURITIBA E RMC

  • funcionamento de shoppings, das 12h às 20h, de segunda a sexta-feira e fechamento aos finais de semana;
  • funcionamento do comércio das 10h às 16h, incluindo final de semana;

DECRETO ESTADUAL É SIMILAR AO DECRETO DE CURITIBA

O decreto feito por Ratinho Junior e a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) é bem similar ao decreto publicado pela prefeitura de Curitiba no sábado passado (13), quando foi atualizada a bandeira laranja. Contudo, a diferença é que agora todos os municípios da Região Metropolitana devem seguir as orientações que já tinham sido definidas em Curitiba.

Shoppings e comércio podem funcionar com horários limitados – das 12h às 20h e das 10h às 16h, respectivamente. Isso visa diminuir o transporte coletivo. Contudo, o governo do Paraná só determinou o fechamento dos shoppings aos sábados e domingos. No decreto municipal, Curitiba proibiu a abertura aos finais de semana também ao comércio varejista.

A prefeitura de Curitiba ainda deve se manifestar sobre o decreto estadual.

Por fim, Ratinho Junior ainda descartou o lockdown neste momento. Em Curitiba, um grupo de empresários, integrantes do movimento “Fechados pela Vida”, lançou um abaixo-assinado para o fechamento total das atividades e já conta com mais de 12,5 mil assinaturas.

Previous ArticleNext Article