Delegado e investigadores são condenados após operação do MP-PR

Lorena Pelanda - BandNews FM Curitiba



Um delegado de polícia e três investigadores foram condenados pela Operação Regalia, do Ministério Público do Paraná. A ação foi em fevereiro deste ano, mas a condenação só saiu agora. O delegado foi condenado à pena de cinco meses de detenção por diversos crimes.

Ele teria se omitido da conduta de dois investigadores de polícia que concediam regalias a presos mediante o recebimento de propinas.

A pena foi convertida em prestação de serviços, e o delegado, que estava afastado das funções desde fevereiro de 2018, foi autorizado a voltar a trabalhar. Os dois investigadores foram condenados por crimes de corrupção passiva, um deles à pena de 14 anos e 4 meses de prisão em regime fechado, e o outro à pena de 6 anos e 8 meses de prisão, também em regime fechado. Eles estão presos desde fevereiro de 2018.

O terceiro investigador foi condenado à pena de um ano e sete meses de prisão, em regime aberto, por crime de coação no curso do processo. Os envolvidos ainda podem recorrer da decisão.

Previous ArticleNext Article