Funcionários demitidos pela Renault fazem protesto em Curitiba

Vanessa Fernandes - CBN Curitiba

funcionarios demitidos da renault manifestação centro civico

Cerca de 120 funcionários demitidos da Fábrica da Renault em São José dos Pinhais, realizaram uma manifestação na manhã deste domingo (26) em frente ao Palácio Iguaçu no Centro Cívico, em Curitiba.

Esta foi a segunda manifestação dos trabalhadores da fábrica de automóveis, após a demissão de 747 funcionários ocorrida na última terça-feira (22). A outra manifestação foi realizada na tarde deste sábado, na região central de São José dos Pinhais.

A ação teve início por volta de 9h, e os trabalhadores se deslocaram para frente da fábrica em São José dos Pinhais.

A Polícia Militar acompanha a movimentação dos trabalhadores e relatou através da assessoria de comunicação, que até o momento não houve nenhuma ocorrência.

A montadora Renault afirma que as demissões foram ocasionadas pela pandemia da Covid-19 que causou queda de 47% nas vendas no primeiro semestre.

A Renault propôs antes das demissões algumas medidas como a redução de 25% na jornada de trabalho e no salário, e o Plano de Demissão Voluntária (PDV) que não foram acatadas pelos trabalhadores.

A unidade brasileira da Renault empregava, antes desta demissão, 7300 trabalhadores que produzem os modelos Sandero Stepway, Logan, Kwid, Duster, Oroch, Master e Captour. A fábrica ainda conta com uma unidade de motores e injeção de alumínio.

A CBN Curitiba entrou em contato com a assessoria da montadora Renault no Paraná e aguarda um posicionamento.

Previous ArticleNext Article