Dengue: Paraná confirma 302 casos em uma semana e chega a 2.572 registros

Angelo Sfair

dengue, paraná, boletim, sesa, secretaria de estado da saúde do paraná, secretaria estadual da saúde, mortes, óbitos, casos confirmados, aedes aegypti

O Paraná confirmou 302 novos casos de dengue nos últimos sete dias e agora totaliza 2.572 registros da doença desde o início do ciclo epidemiológico, iniciado em agosto de 2020.

De acordo com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), casos da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti e foram confirmados em 339 dos 399 municípios do Paraná. Há registros em todas as 22 regionais.

Em relação aos casos de dengue greve, seis municípios já lidaram com episódios deste tipo. Além disso, foram registrados casos de dengue com sinal de alarme em 14 cidades paranaenses.

Ao todo, foram notificados 26.925 casos suspeitos de dengue no Paraná.

“A dengue continua sendo uma das grandes preocupações do Governo do Estado, pois é uma doença grave, que pode matar e deixar sequelas graves”, afirmou o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

Desde agosto de 2020, quando começou o novo ciclo epidemiológico das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, quatro casos de febre chikungunya foram confirmados entre os 104 notificados.

Nos últimos setes dias, foi incluído um caso confirmado em Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná.

Com a chegada da estação mais quente e mais chuvosa do ano, aumenta a preocupação em relação à proliferação do Aedes aegypti, que transmite dengue, febre chikungunya e zika vírus.

“A situação é crítica devido aos elevados índices de infestação do mosquito nos municípios e pode se agravar pois estamos em pleno verão”, afirma a coordenadora de Vigilância Ambiental da Sesa, Ivana Belmonte.

Nesta semana, assim como foi feito anteriormente em Sengés, equipes de vigilância sanitária orientaram o trabalho de eliminação dos criadouros do mosquito em Serranópolis, na região oeste, e Kaloré, na região norte.

Previous ArticleNext Article