Dengue: Paraná registra 3 mortes e 1.507 novos casos em uma semana

Redação

dengue, paraná, boletim, sesa, secretaria de estado da saúde do paraná, secretaria estadual da saúde, mortes, óbitos, casos confirmados, aedes aegypti

O boletim semanal da dengue, divulgado nesta terça-feira (1°) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) confirmou mais três mortes e 1.507 casos da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Desde o início do atual período epidemiológico, iniciado em agosto de 2020, o Paraná acumula 26 óbitos e 20.242 casos confirmados. Além disso, existem 80.079 notificações, 35.648 casos descartados e 12.424 em investigação.

Dos 399 municípios paranaenses, 359 já notificaram casos suspeitos e 277 confirmaram pelo menos um diagnóstico de dengue. Há casos confirmados em todas as 22 regionais de saúde do Estado.

Entre todos os casos confirmados, apenas 46 foram contraídos fora do Paraná. O indicador confirma que o vírus circula com força em todas as regiões do estado.

As medidas de combate à dengue já são bem conhecidas e envolvem a eliminação de todos os pontos que possam acumular água parada como vasos de plantas, calhas, lajes, ralos, entre outros; estas ações devem ser diárias tantos nos ambientes domiciliares como nos locais de trabalho e áreas públicas.

A Secretaria da Saúde recomenda a verificação constante dos quintais e dentro das residências para a eliminação dos criadouros do mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

“O trabalho de combate à dengue continua sendo integrado com os municípios, juntamente com a participação dos paranaenses. Cerca de 90% dos criadouros do mosquito transmissor da doença estão nos quintais e ambientes internos das residências. É importante que a comunidade esteja engajada no combate, eliminando os focos que se concentram em recipientes que acumulam água parada”, afirma o secretário da Saúde, Beto Preto.

+ Confira o boletim completo da dengue no Paraná (boletim 34)

MORTES POR DENGUE NO PARANÁ

As três mortes por dengue confirmadas nesta semana são mulheres.

Duas delas tinham comorbidades e moravam em Medianeira (86 anos) e Campo Mourão (80 anos). A vítima mais jovem, com 53 anos, morava em Maringá e não tinha comorbidades.

As regionais de saúde que registraram mortes por dengue foram: Londrina (12), Foz do Iguaçu (5), Paranaguá (3), Maringá (2), Paranavaí (2), Campo Mourão (1) e Apucarana (1).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="767691" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]