Dengue: Paraná tem 212.074 casos e 148 mortes em menos de um ano

Redação

Dengue: 243 cidades ainda estão em estado de epidemia no Paraná

Conforme o boletim quinzenal divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, na manhã desta terça-feira (16), o Estado acumula 212.074 casos de dengue, desde o início do período epidemiológico, em julho do ano passado. São 148 mortes e 31 municípios em alerta para a doença.

São 13.084 casos a mais da doença, diferença entre o último boletim quinzenal divulgado – o boletim desta quinzena registra 9 mortes confirmadas por dengue.

Já o total de casos em investigação quanto à classificação final para a dengue diminuiu; eram 59.705 e agora são 52.775 casos em análise.

Os cuidados de prevenção e controle da dengue devem seguir por parte da população mesmo diante da pandemia da Covid-19 e da chegada do inverno.

A Secretaria da Saúde recomenda a verificação constante dos quintais e dentro das residências para a eliminação dos criadouros do mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

O período sazonal da dengue será finalizado no mês que vem, mas a curva epidêmica já apresenta tendência de queda desde maio em mais de 170 municípios, segundo a Vigilância Ambiental da Secretaria.

Eram 33 municípios em situação de alerta, e agora são 31. A relação dos municípios em epidemia apresentou pouca alteração se comparada às listas divulgadas anteriormente, eram 237 e agora são 240.

O período soma 148 mortes, os nove óbitos registrados na publicação desta terça já vinham sendo investigados; oito são do sexo feminino e um do masculino.

REPASSES 

Na semana passada, a Secretaria da Saúde repassou R$ 1,5 milhão para 62 municípios. O incentivo financeiro, oficializado pela resolução 782/2020, deve ser aplicado na assistência do paciente com dengue ou em benefício das atividades desenvolvidas por agentes de endemias ou comunitários de saúde diante da situação de alerta ou de epidemia de dengue.

Entre fevereiro e março, a Secretaria já aportou cerca de R$ 5,595 milhões para 174 municípios. Os repasses foram autorizados pelas resoluções 190, 227 e 345.

“Não baixamos a guarda em relação à dengue. O Governo do Estado segue atento neste combate, e mesmo diante atual tendência de queda continuamos o apoio aos municípios e a doença segue como uma das principais preocupações da gestão”, afirmou o secretário Beto Preto.

Previous ArticleNext Article